Corinthians e Cruzeiro medem forças nos primeiros 90 minutos das quartas da Copa do Brasil

Timão não contará com Cássio e Uendel, ambos lesionados; apesar de priorizar o Brasileirão, Raposa desembarca em São Paulo com força máxima

Corinthians e Cruzeiro medem forças nos primeiros 90 minutos das quartas da Copa do Brasil
Foto: Marcello Zambrana/Light Press
Corinthians
Cruzeiro
Corinthians: Walter; Fagner, Balbuena, Yago e Guilherme Arana; Camacho, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marlone; Romero. Técnico: Fábio Carille
Cruzeiro: Rafael; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero e Robinho e Arrascaeta; Rafael Sóbis e Ramón Ábila. Técnico: Mano Menezes
ÁRBITRO: Eduardo Tomaz de Aquino Valadao, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires
INCIDENCIAS: Partida válida pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, a ser realizada nesta quarta-feira (28), às 21h45, na Arena Corinthians, em São Paulo/SP.

Corinthians e Cruzeiro iniciam, nesta quarta-feira (28), os primeiros 90 minutos, de 180, das quartas de final da Copa do Brasil, às 21h45, na Arena. Distante da liderança no Campeonato Brasileiro, o Timão aposta na competição mata-mata para não passar 2016 em branco, enquanto a Raposa prioriza justamente o Brasileirão, já que luta para sair da zona de rebaixamento.

Os paulistas avançaram para às quartas de forma conturbada. Isso porque a equipe do técnico Fábio Carille venceu o Fluminense, também na Arena, por 1 a 0, em um duelo marcado por polêmicas, uma vez que os Tricolores reclamaram de três gols anulados e pênaltis não marcados. A primeira partida entre as duas equipes terminou em 1 a 1.

O Cruzeiro passou com facilidade do Botafogo. Após golear o Glorioso por 5 a 2, em pleno Rio de Janeiro, no início de setembro, na primeira partida das oitavas, restou aos mineiros administrar a larga vantagem no jogo de volta. Assim, a Raposa venceu, no Mineirão, por 1 a 0, com gol de Bruno Rodrigo.

Cássio volta a sentir dores no ombro e Walter permanece no gol 

O técnico Fábio Carille encerrou, nesta terça-feira (27), os preparativos para enfrentar o Cruzeiro. O treinador comandou uma atividade no CT Joaquim Grava, prezando pelo posicionamento dos titulares em campo e reforçando o esquema tático da equipe em 4-1-4-1. Na ocasião, Camacho atuou como primeiro volante, enquanto o paraguaio Romero treinou como centroavante.

Havia expectativa de que o goleiro Cássio voltasse ao gol corinthiano nesta quarta. Prova disso, é que o titular da função chegou treinar com a equipe, mas voltou a sentir dores no ombro. Com isso, Walter seguirá defendendo a meta. O lateral-esquerdo Uendel também não voltará na partida de logo mais. Isso porque o jogador não se recuperou de uma lesão muscular na coxa direita. Guilherme Arana será o dono da posição.

Após promover três jogadores das categorias de base para o profissional, Fábio Carille, assim como no duelo contra o Fluminense, no último fim de semana, relacionou o trio para enfrentar o Cruzeiro. Assim, o volante Warian e os atacantes Carlinhos e Léo ficarão como opções do treinador, que garantiu confiança nos jovens.

"Sempre tivemos muito cuidado com os meninos que sobem. Não fizemos nenhum trabalho tático com eles. Mas eles estavam jogando, estão integrados ao grupo. Quem sabe não seja amanhã a oportunidade de colocar um deles? Mas sempre precisamos ter paciência para que saibam o que é estar no profissional do Corinthians", declarou.

Apesar de priorizar Brasileirão, Cruzeiro desembarca em São Paulo com força máxima

A derrota sofrida para o Flamengo, por 2 a 1, de virada, pelo Campeonato Brasileiro, custou caro ao Cruzeiro, que agora figura o temido Z-4 da competição. No dia seguinte do revés, o técnico Mano Menezes, suspenso da partida, pediu a palavra na Toca da Raposa II e garantiu prioridade total ao Brasileirão, mas, sem esquecer da Copa do Brasil.

"O Cruzeiro tem uma prioridade: continuar na primeira divisão do Brasileiro do ano que vem. Se ao ter que tomar uma decisão, eu tiver que escolher risco pra cá ou risco pra lá, vamos direcionar mais nossos objetivos. Sempre vamos com a força máxima que pudermos ter no Brasileiro, o que não quer dizer que não queremos ganhar a Copa do Brasil", disse.

Apesar da prioridade, o Cruzeiro chegará para o duelo com força máxima. Mano Menezes relacionou 23 jogadores para a ocasião e treinou com o que tem de melhor no elenco. A dúvida fica por conta do volante Lucas Romero, poupado na segunda-feira (26) devido a uma torção no tornozelo esquerdo sofrida contra o Flamengo. O zagueiro Bruno Rodrigo também foi poupado no treino desta terça, mas há grandes chances de atuar.

O goleiro Elisson, o lateral-direito Ezequiel e o lateral-esquerdo Bryan, que já defenderam outros clubes na Copa do Brasil, serão os desfalques do Cruzeiro para esta noite.