Corinthians vence com pênalti duvidoso e afunda Internacional na degola

Marlone decide após marcar em pênalti bem discutível e mantém vivo sonho da Libertadores; Inter tropeça mais uma vez e vê a Série B mais de perto

Corinthians vence com pênalti duvidoso e afunda Internacional na degola
Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Corinthians
1 0
Internacional
Corinthians: Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Arana; Camacho (Marciel, Min. 67) e Cristian (Jean, Min. 85); Marlone (Léo Jabá, Min. 86), Marquinhos Gabriel e Uendel; Romero. técnico: Oswaldo de Oliveira
Internacional: Danilo Fernandes; William, Ernando, Paulão e Geferson; Anselmo, Rodrigo Dourado e Anderson; Aylon (Valdívia, Min. 78), Sasha (Nico López, Min. 57) e Vitinho (Seijas, intervalo). técnico: Lisca
Placar: 1-0, Marlone, Min. 54
ÁRBITRO: Rodolpho Toski (PR); cartões amarelos: Marlone (Min. 28), Ernando (Min. 53), Anselmo (Min. 75), Marciel (Min. 81)
INCIDENCIAS: partida válida pela 36ª rodada do campeonato brasileiro 2016, realizada na Arena Corinthians, em São Paulo

Azedou ainda mais. Nesta segunda-feira (21), no fechamento da 36ª e antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2016, o Corinthians recebeu e venceu o Internacional por 1 a 0, com um gol de pênalti, extremamente duvidoso, de Marlone, e complicou ainda mais a já péssima situação dos colorados.

Com este resultado, o Corinthians segue firme e forte na briga por uma vaga no G-6, chegando aos 54 pontos, um a menos que Atlético-PR Botafogo, 5º e 6º colocados, respectivamente. O Internacional, por outro lado, complicou demais sua situação no campeonato, permanecendo com 39 pontos, na 17ª colocação e a três pontos do 16º Vitória, que tem 42 faltando duas rodadas para o término do torneio.

Na próxima rodada, penúltima do campeonato, o Corinthians tem um adversário direto na briga pela Libertadores no próximo sábado (26), às 21h (horário de Brasília), quando recebe o Atlético-PR. O Inter, numa situação incrivelmente complicada, recebe o Cruzeiro no domingo (27), às 17h (horário de Brasília), sendo obrigado a vencer se quiser escapar dessa situação.

Corinthians é melhor e tem as melhores chances

O começo de jogo do Corinthians foi de total pressão e superioridade na Arena, chegando com muito mais intensidade e força que a equipe colorada, que tenta chegar apenas nos contra-ataques. A primeira ótima chance aconteceu aos 11', quando, após bela troca de passes, Fagner cruzou rasteiro da direita, Camacho recebeu cara a cara com Danilo Fernandes na pequena área, mas o arqueiro do Inter foi superior e fez a defesa. Ótimo início do Timão.

Porém, na medida que a partida ia se desenvolvendo, o Inter ia melhorando na partida, chegando com mais força, tanto que quase o gol saiu aos 18', quando Vitinho recebeu na esquerda, cruzou, a bola desviou em Marlone, enganou toda a defesa corinthiana, inclusive Walter e quase entrou, passando raspando a trave dos donos da casa.

Mesmo melhorando na partida, o Inter ainda não fazia um jogo de encher os olhos. O Corinthians, por outro lado, seguia melhor, pressionando em busca do gol. Aos 32', quase saiu o gol que poderia abrir o marcador, quando Marlone fez uma belíssima jogada no meio, com direito a caneta, passou para Marquinhos Gabriel, que deu a bola para Fagner, que cruzou para o próprio Marlone, que finalizou por cima do gol de Danilo Fernandes, perdendo uma boa chance que finalizou a primeira etapa.

Pênalti duvidoso dá vitória ao Corinthians

O início de segundo tempo foi, assim como o primeiro, intenso, mas com uma pitada de polêmica logo aos 8', quando, após cruzamento da esquerda, Ernando e Romero disputaram lance pelo alto e o atacante paraguaio foi derrubado: pênalti para o Corinthians. Marlone, que não tinha nada a ver com isso, cobrou com perfeição, no canto direito de Danilo Fernandes e abriu o placar na Arena Corinthians: 1 a 0 Corinthians.

Depois do gol logo cedo, a partida perdeu força e intensidade, principalmente pelo fato do Corinthians se fechar mais, tendo em vista que o Inter, com as mudanças no decorrer da segunda etapa, foi mais ao ataque. Porém, a equipe colorada, com as mudanças, dava mais espaço para os donos da casa chegarem.

Aos 25', após boa jogada individual pela esquerda, Marlone cortou para o meio e finalizou colocado, de chapa e a bola foi no pé da trave de Danilo Fernandes. Quatro minutos depois, quase o segundo, quando, após escanteio, Danilo Fernandes conseguiu dar o soco, mas Uendel, da entrada da área, chegou cabeceando, e fez o arqueiro colorado trabalhar muito bem mais uma vez.

No final do jogo foi só ataque pelos dois lados. Sem nada a perder, o Inter foi em busca do empate, tanto que quase marcou aos 38', quando Nico López arriscou de fora da área e a bola passou perto. Aos 43', quase o Corinthians mata de vez o jogo, quando Leo Jabá finalizou cruzado e Danilo Fernandes espalmou. Na sobra, Marquinhos Gabriel, na área, finalizou de primeira e o goleiro do Inter fez mais uma ótima defesa. Em um final emocionante, nada mais aconteceu e a situação do Inter se complicou ainda mais.