Coritiba encerra sequência negativa diante do Sport e deixa zona de rebaixamento

Coxa encontrou dificuldade, mas contou com falhas defensivas do adversário para voltar a vencer após cinco jogos; Leão retorna ao Z-4

Coritiba encerra sequência negativa diante do Sport e deixa zona de rebaixamento
Foto: Divulgação/Coritiba
Coritiba
3 2
Sport
Coritiba: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Edinho, João Paulo (Felipe Amorim, min 58), Juan e Ruy (Fábio Braga, min 87); Vinícius (Evandro, min 69) e Kleber Gladiador. Técnico: Pachequinho.
Sport: Magrão; Ronaldo (Lenis, min 75), Matheus Ferraz, Durval e Renê; Serginho, Rithely, Everton Felipe (Oswaldo, min 57), Diego Souza e Gabriel Xavier (Rodney Wallace, min 79); Edmílson. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Placar: 0-1, Diego Souza, min 24; 1-1, Ruy, min 36; 2-1, Kleber Gladiador, min 47; 2-2, Diego Souza, min 51; 3-2, Luccas Claro, min 70;
ÁRBITRO: Bráulio da Silva Machado (SC), auxiliado por Carlos Berkenbrock (SC) e Alex dos Santos (SC). Cartões amarelos: Dodô, Juan, Luccas Claro, João Paulo e Kleber Gladiador (Coritiba); Renê, Serginho, Durval, Ronaldo e Matheus Ferraz (Sport). Cartões vermelhos: Juan (Coritiba); Matheus Ferraz (Sport).
INCIDENCIAS: Partida válida pela sétima rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2016, disputada no estádio do Couto Pereira, em Curitiba, Paraná. Público: 8.760. Renda: R$ 126.090,00.

O Coritiba se recuperou na Série A do Campeonato Brasileiro neste domingo (12). Jogando diante do Sport, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, no Paraná, a time alviverde precisou lutar bastante para sair de campo com os três pontos, pois o Leão saiu na frente e chegou a empatar depois de sofrer a virada, no entanto, o Coxa aproveitou bem a superioridade numérica na etapa final e garantiu um triunfo por 3 a 2. Os gols alviverde foram marcados por Ruy, Kleber Gladiador e Luccas Claro, enquanto Diego Souza fez os dois tento rubro-negro.

Com o resultado desta manhã/tarde, o Coritiba volta a vencer após cinco jogos e sobe na tabela da competição nacional, chegando a 14ª colocação, com sete pontos. Já o Sport volta à zona de rebaixamento, ficando, até o momento, na 18ª posição, com cinco pontos, podendo cair para a vice-lanterna em caso de vitória do Cruzeiro contra o Atlético-MG.

A oitava rodada da Série A do Campeonato Brasileiro será realizada no próximo meio de semana. O Coritiba vai entrar em campo na quarta-feira (15), às 21h45, para fazer um duelo com o Palmeiras, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, no Paraná. Já o Sport vai, no mesmo dia, mas às 21h00, visitar o Santos, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, São Paulo.

Sport sai na frente com Diego Souza, mas falha na marcação e Coritiba consegue empate

O confronto começou com os dois times se estudando bastante e tentando chegar ao setor de ataque. No entanto, os erros de passes na ligação do meio-campo para o ataque acabavam prejudicando as possibilidades de boas oportunidades de abrir o placar. Assim, os primeiros dez minutos não tiveram grandes chances de gol, tornando o embate bastante feio e sonolento.

A primeira tentativa da partida só aconteceu aos 14 minutos. Ruy recebe na meia lua da grande área e chutou por cima da meta defendida por Magrão. Depois, Juan fez boa jogada individual pela direita de ataque, deixou a marcação para trás e mandou para fora. Os donos da casa foram se soltando mais e chegando com perigo. Vinícius recebeu na frente da área, girou bem e bateu para boa defesa do goleiro Magrão.

O Sport não conseguia chegar ao ataque para assustar, mas quando trabalhou bem a bola pela primeira vez aos 24 minutos foi eficiente. Edmílson invadiu a área pela direita e cruzou para Gabriel Xavier chutar em cima da marcação. Diego Souza pegou o rebote, chutou duas vezes e parou em Wilson, no entanto, aproveitou a terceira oportunidade e mandou para o fundo das redes, garantindo a festa da torcida rubro-negra.

Com o gol do Sport, o Coritiba partiu para tentar o empate e começou a atuar ainda mais no campo de ataque. O time curitibano acabou sendo premiado aos 36 minutos. Dodô cobrou lateral pela direita, a defesa rubro-negra ficou olhando e Ruy apareceu na área para completar para o fundo da meta e festejar com a torcida Coxa-Branca. Os donos da casa ganharam força e foram logo para cima tentando virar o confronto.

Os visitantes passaram a mostrar deficiência na marcação e na saída de jogo, proporcionando sempre o rebote, após os cortes na defesa, para o adversário. Desta maneira, o Coritiba aumentou ainda a velocidade no setor de ataque para envolver os defensores e balançar as redes mais uma vez. A virada quase aconteceu aos 46 minutos, quando João Paulo levantou a bola na área e Renê desviou contra o próprio patrimônio e Magrão fez grande defensa. Assim, a primeira etapa foi encerrada no 1 a 1.

Coxa aproveita falhas defensivas do Leão, marca duas vezes e consegue vencer após cinco jogos

Para o segundo tempo, os dois técnicos resolveram manter as formações que terminaram a primeira etapa. Com a bola rolando, não demorou muito para a rede balançar. Matheus Ferraz recebeu pela esquerda e cruzou a bola na frente da área, falhando de maneira bizarra e entregando no pé de Kleber Gladiador, que entrou na área e tirou qualquer chance de defesa de Magrão.

A resposta do Sport tentando o empate foi imediata. Diego Souza recebeu bom lançamento, entrou na área e chutou para fora, pois o defensor chegou bem e atrapalhou. No entanto, aos seis minutos a defesa Coxa-Branca não conseguiu evitar. Ronaldo avançou pela direita, cruzou e Gabriel Xavier cabeceou para grande defesa de Wilson. Diego Souza pegou o rebote e mandou para o fundo das redes, garantindo assim a igualdade e a festa da torcida rubro-negra.

Depois de empatar, o Leão logo teve boa oportunidade de voltar a ficar na frente. Diego Souza invadiu a área pela esquerda e chutou com perigo para fora. No entanto, o zagueiro Matheus Ferraz voltou a falhar e complicar os leoninos. Kleber Gladiador tentou entrar na área e acabou sendo derrubado pelo zagueiro, que recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Oswaldo de Oliveira, então, tirou o meia-atacante Everton Felipe para colocar o zagueiro Oswaldo.

Os donos da casa quase voltaram a marcar com o meia-atacante Juan. Ele cobrou uma falta com qualidade e o goleiro Magrão fez ótima defesa. Buscando a vitória, o técnico Pachequinho tirou o volante João Paulo e acionou o meia-atacante Felipe Amorim. Com maior volume, o gol passou a ser questão de tempo e aconteceu aos 25 minutos. Juan cobrou escanteio pela esquerda, Luccas Claro subiu no meio da defesa para cabecear forte e colocar o alviverde na frente.

A equipe pernambucana ficou no campo de defesa, mesmo atrás no placar, sem proporcionar grandes perigos ao Coritiba, que por sua vez trabalhava com tranquilidade no setor ofensivo. Aos 40 minutos aconteceu mais uma expulsão. O meia-atacante Juan fez falta, chutou a bola longe, recebeu o segundo amarelo e acabou sendo expulso. Os dois times não conseguiram criar mais nada e o confronto foi encerrado no 3 a 2 favorável aos donos da casa.