Coritiba e Vitória decidem classificação às oitavas da Copa Sul-Americana

Vantagem no estádio Couto Pereira é dos baianos, que venceram ida por 2 a 1, na Fonte Nova

Coritiba e Vitória decidem classificação às oitavas da Copa Sul-Americana
(Foto: Divulgação / Coritiba)
Coritiba
Vitória
Coritiba: Wilson; Thiago Lopes, Luccas Claro, Juninho e César Benítez; Edinho, João Paulo, Raphael Veiga e Juan; Kléber (Vinícius) e Neto Berola.
Vitória: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon, Victor Ramos e Diego Renan; Marcelo, José Welison, Amaral (Serginho ou Flávio) e Cárdenas; Marinho e Kieza
ÁRBITRO: Carlos Orbe, auxiliado por Luís Vera e Juan Macias. Trio equatoriano
INCIDENCIAS: Partida de volta da Copa Sul-Americana, disputada no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Às 17h desta quarta-feira (31), Coritiba e Vitória decidem vaga em confronto entre brasileiros na Copa Sul-Americana 2016. No jogo de ida, vitória dos baianos por 2 a 1, com gols do lateral Diego Renan e do atacante Kieza. O do Coxa foi feito por Evandro, que desfalca nesta volta, por estar com a seleção brasileira.

Quem passar do duelo decisivo no estádio Couto Pereira, em Curitiba, encara o vencedor de um confronto entre argentinos: Estudiantes de la Plata e Belgrano, de Córdoba, decidirão o cruzamento das oitavas de final.

Kléber é dúvida para decisão no Couto Pereira

O Coritiba segue sem grandes pistas da equipe a campo diante do Vitória nesta quarta. No último treino, o técnico Carpegiani tratou de fechar os portões e deixar a curiosidade no ar.

A principal dúvida curitibana é Kléber Gladiador. O atacante sofreu um pisão diante do Vitória, na derrota da ida. Desfalcou o Coxa no fim de semana diante do São Paulo, no 0 a 0 disputado no Morumbi, e apenas correu em volta do gramado no treino da terça-feira. A reavaliação da condição física de Kléber ocorre nesta quarta. Caso vetado, Bernardo, Iago e Vinícius são as opções de Carpegiani.

Outros desfalques são o lateral-direito Dodô, com a seleção brasileira sub-20, e o atacante Evandro, que participa de treinamentos com a seleção principal nas Eliminatórias, quando o Brasil tem pela frente o Equador fora de casa e a Colômbia em casa.

Sem possuir um lateral de origem para a vaga de Dodô, Carpegiani pode optar pela improvisação de um desses três atletas: César Benítez, Thiago Lopes e Walisson Maia.

O meia Ruy está recuperado de lesão, mas não pode ser inscrito pelo Coritiba na Sul-Americana. Aos cuidados do departamento médico, o turco Kazim trata lesão muscular na coxa. Com algumas certezas e muitas indefinições, este é o panorama do Alviverde no confronto decisivo por vaga nas oitavas da competição.

Mancini não define equipe, mas tem retorno de Marinho no ataque

O técnico Vágner Mancini também comandou a última atividade preparatória nesta terça-feira. O Vitória tem a vantagem de 2 a 1 a favor e pode jogar pelo empate. Em vista disso, uma das possíveis formações, com três atacantes, pode ser vetada pelo reforço do meio de campo.

Para atuar com o colombiano Cárdenas, Mancini tem o meia Amaral recuperado de lesão. Outras opções ao setor são Serginho e Flávio. Já no ataque, Marinho, fora do duelo com América-MG por suspensão do terceiro cartão amarelo, pinta de volta para servir de dupla a Kieza.

Se Amaral ficar de fora no meio, a formação pode ser mais ofensiva com os atacantes Marinho, Kieza e Rodrigo Ramallo.

Desfalques certos para Vágner Mancini são Kanu, em tratamento de pubalgia, Vander e Willian Farias com lesões musculares; Leandro Domingues, com dores no joelho direito; Norberto e Guilherme Mattis, em tratamento no departameno médico.

Com a lista de desfalques e dúvidas, o provável Vitória de Mancini tem: Fernando Miguel; Diogo Mateus, Ramon, Victor Ramos e Diego Renan; Marcelo, José Welison, Amaral (Serginho, Flávio ou Rodrigo Ramallo) e Cárdenas; Marinho e Kieza.