Vasco visita Criciúma buscando garantir acesso à Séria A

O clube carioca garante o retorno à primeira divisão com uma simples vitória

Vasco visita Criciúma buscando garantir acesso à Séria A
No primeiro turno, o Vasco venceu o Criciúma por 2 a 1, em São Januário (Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br)
Criciúma
Vasco
Criciúma: Luiz; Ricardinho, Raphael Silva, Nathan e Marlon; Ruan, Barreto (Ianson), Dodi; Caíque; Roberto e Bruno Baio
Vasco: Martín Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Júlio César; Diguinho, Douglas, Bruno Gallo e Nenê; Ederson e Thalles
ÁRBITRO: Arbitragem de Leandro Pedro Vuaden - RS (FIFA), com auxílio de Rafael da Silva Alves - RS (ASP-FIFA) e Elio Nepomuceno de Andrade - RS (CBF-1)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série B, disputada no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), no sábado, dia 19 de novembro, às 16h30

O Vasco pode confirmar o retorno à primeira divisão do futebol brasileiro com uma rodada de antecedência neste sábado (19), diante do Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, a partir das 16h30, em partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Uma simples vitória basta para que o acesso seja garantido de forma matemática.

Entretanto, se para os cariocas o jogo pode ser marcado pelo acesso, para os catarinenses há pouca importância. O Tigre ocupa atualmente a 11ª colocação com 50 pontos e não possui chances de acesso e nem de ser rebaixado.

Criciúma sem Giaretta, mas com volta de Marlon e Barreto

No último jogo em casa em 2016, o Criciúma chega com desfalque na defesa. Expulso na vitória por 2 a 1 sobre o Paraná na rodada anterior, o zagueiro Diego Giaretta está fora do confronto. Para repor a ausência, o técnico Roberto Cavalo tem dúvida entre Ianson e Barreto. Caso opte pelo primeiro, manterá a equipe com três zagueiros, já escolhendo o segundo recolocará o time no 4-3-1-2.

Barreto, aliás, está de volta ao time após mais de um mês fora em função de um problema muscular. O último jogo do volante foi no dia 7 de outubro, na vitória por 1 a 0 sobre o Vila Nova. Quem também retorna é o lateral-esquerdo Marlon, que estava treinando com a seleção brasileira principal durante os jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O garoto de 19 anos entra na equipe na vaga de Niltinho, que fica fora da relação para a partida após ter um edema no joelho direito.

“Todas as equipes que enfrentaram o Vasco na Série B tem em vista vence-los, pois é o maior time da competição, então, é um fator de peso que vai ajudar a conquistar a vitória”, avaliou Marlon.

O Criciúma vinha de uma sequência negativa de cinco jogos sem vitória, mas quebrou este jejum na última rodada, ao vencer o Paraná pelo placar de 2 a 1. O próximo jejum a ser quebrado é o sem vitórias no Heriberto Hülse. Já são três jogos sem triunfos (derrotas para Atlético-GO e Ceará e empate com o Londrina). E para esta última partida em casa em 2016, Cavalo deve mandar a campo Luiz; Ricardinho, Raphael Silva, Nathan e Marlon; Ruan, Barreto (ou Ianson), Dodi; Caíque; Roberto e Bruno Baio.

Martín Silva retorna à meta cruzmaltina

O Vasco pode até subir com um empate (vai depender de derrotas de Náutico e Londrina), mas vai para Criciúma pensando na vitória, já que é este o resultado que garante, sem dependências de adversários, o retorno à elite.

A equipe cruzmaltina viajou para Santa Catarina com algumas novidades. O zagueiro Luan voltou a treinar na quinta-feira (17) após ter passado a semana se recuperando de um problema na coxa direita. Já o meio-campista Andrézinho melhorou de dores no joelho e é outro que poderá ser escalado pelo técnico Jorginho, assim como o atacante Jorge Henrique. O goleiro Martín Silva, voltando da seleção uruguaia, também estará disponível para o confronto.

“Precisamos realmente pontuar contra o Criciúma, para nos dar tranquilidade e ter uma semana maravilhosa. Sei que tenho que manter esses jogadores focados, atentos”, projetou Jorginho, que não divulgou a escalação para a imprensa.

Apesar do mistério, a tendência é que o Vasco tenha a mesma formação da última rodada, quando venceu o Bragantino por 2 a 1: Martín Silva; Madson, Rodrigo, Luan e Júlio César; Diguinho, Douglas, Bruno Gallo e Nenê; Ederson e Thalles.