Cruzeiro recebe Figueirense buscando reabilitação na estreia de Paulo Bento

Equipe mineira promoverá estreia do técnico Paulo Bento, almejando o título brasileiro; catarinenses tentarão obter sua primeira vitória fora de casa na atual temporada

Cruzeiro recebe Figueirense buscando reabilitação na estreia de Paulo Bento
Foto: Pedro Vilela/Light Press
Cruzeiro
Figueirense
Cruzeiro: Fábio; Gino, Bruno Viana, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique, Marciel, Ariel Cabral; Elber, Arrascaeta e William. Técnico: Paulo Bento.
Figueirense: Júnior Oliveira; Jefferson, Jayme, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Eli Carlos, Jocinei, Ayrton, Bady; Ermele Rafael Moura. Técnico: Vinícius Eutrópio.
ÁRBITRO: O árbitro será Wagner Reway (PR). Auxiliado por: Fabio Rodrigo Rubinho (MA) e Fabio Pereira (TO). O quarto árbitro da partida será Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ).
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2016. O estádio será no Governador Magalhães Pinto, mais conhecido como Mineirão, em Belo Horizonte, Minas Gerais.

Cruzeiro e Figueirense irão duelar em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, sábado (21), às 21h (Brasília), no estádio Mineirão.

Na Série A 2016, ambas as equipes começaram mal. O Figueirense ocupa a 10ª posição na classificação geral da competição. Em uma rodada disputada, o alvinegro conquistou um empate contra a Ponte Preta e soma neste momento um ponto. Já o Cruzeiro veio de uma derrota diante o Coritiba fora de casa, estando atualmente na 16ª colocação.

O histórico das duas equipes é favorável aos mineiros, quando se enfrentaram ao todo 26 vezes na história. Acumulando 13 vitórias, cinco empates e oito derrotas.

Pelo lado dos catarinenses, é a 17ª partida em que o técnico Vinícius Eutrópio comanda o alvinegro nesta sua segunda passagem pelo clube. No total, o treinador conquistou oito vitórias, quatro derrotas e quatro empates.

Cruzeiro aposta em ex-técnico da Seleção Portuguesa para alavancar no Brasileirão

A expectativa para o Celeste é grande, pois recentemente anunciou o português Paulo Bento como treinador para a equipe. A intenção é que a equipe alavanque e se torne uma das candidatas ao título do torneio.

Para o confronto, o técnico guardou um mistério total acerca da equipe que será escalada, não dando nenhum resquício de dúvida sobre os onze iniciais:  "Hoje em dia, no futebol, devemos guardar algumas coisas para nós em termos estratégicos, para que os jogadores executem seu trabalho da melhor maneira possível." Concluiu.

Uma das grandes dúvidas chega ser se Riascos, "novo" contratado do clube será utilizado ou não. O atacante que estava emprestado ao Vasco da Gama, sendo campeão carioca pelo cruz maltinho, sendo um dos reforços mais aguardados do time. Sobre isso, o comandante português comentou sobre o colombiano.

"Há uma quantidade de jogadores, que estão com alguns problemas físicos e a situação do Riascos tem a ver com a decisão que tomaremos no futuro com a parte diretiva. Ele joga mais ao centro da área, finaliza bem. Tentaremos, dentro das possibilidades do calendário, observá-lo da melhor maneira e tomar a decisão mais correta", demonstrando conhecimento sobre seu comandado.

Sendo assim, o Cruzeiro deve ir a campo com: Fábio; Gino, Bruno Viana, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique, Marciel, Ariel Cabral; Elber, Arrascaeta e William. 

Figueirense mantém dúvida na escalação de goleiro titular

Adotando quase o mesmo pensamento que seu adversário, o mistério fica se  Júnior Oliveira (titular na última partida) voltará a ser o arqueiro referencia. Com a volta de  Gatito Fernández recuperado de lesão. 

Na conferencia coletiva desta sexta-feira (20), o treinador falou a respeito da situação no gol do alvinegro catarinense: "Estamos ganhando a opção do Gatito, mas ainda não sabemos quem vai jogar. Vamos ver o treinamento de hoje [sexta] para decidir. Mas não temos essa resposta ainda", comentou

Nas demais posições, a tendência é que Eutrópio mantenha a base que atuou no último jogo, até para dar uma sequência ao grupo de jogadores: "Procuramos manter a base, mas o sistema é determinado pelas peças que você tem. Testei alternativas durante a semana, também repetindo o sistema, mas vamos divulgar a escalação só na hora do jogo", pontuou.

Sendo assim, o Figueirense deve ir a campo com: Júnior Oliveira; Jefferson, Jayme, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Eli Carlos, Jocinei, Ayrton, Bady; Ermele Rafael Moura.