Paulo Bento critica atuação do Cruzeiro contra Chapecoense: "Faltou atenção e ambição"

Treinador celeste ficou muito insatisfeito com o desempenho da equipe; Willian lamentou gol tomado no fim do jogo

Paulo Bento critica atuação do Cruzeiro contra Chapecoense: "Faltou atenção e ambição"
Bento e o estreante Caio Junior na Arena Condá (Foto: Márcio Cunha/ Lightpress)

O técnico celeste, Paulo Bento, se mostrou insatisfeito com a atuação do Cruzeiro na derrota para a Chapecoense, por 3 a 2. O comandante celeste criticou a atenção e principalmente a falta de ambição da Raposa no confronto disputado em Chapecó: "Creio que faltou atenção, concentração, ambição. Faltaram muitas coisas. Creio que tivemos um início que normalmente tende a ser um bom empurrão à equipe. Fizemos 1 a 0 com seis minutos. Algo que é difícil de acontecer", criticou Bento.

Para o comandante celeste, o gol marcado por Pisano no começo da partida resultou em uma piora na atuação do Cruzeiro. "É anormal um gol ser prejudicial à equipe. Pois depois deixamos de jogar, diferentemente do que fizemos no último jogo", disse.

Outro problema detectado por  Bento foi o fato de ter, pela terceira vez neste Campeonato Brasileiro, sofrido gol nos minutos finais do primeiro tempo. O fato revela, na avaliação do português, falta de maturidade e competitividade do time.

"Pela terceira vez, sofremos gols entre o minuto 40 e o minuto 45 da primeira parte. Temos que analisar isso com maior profundidade. Isso não é normal. Revela um déficit de maturidade e isso não tem a ver só com a idade, mas com a competitividade que nós queremos para a equipe. O terceiro gol que sofremos, não conquistamos a primeira nem a segunda bola, tivemos muitos erros. Pensamos que os seis pontos conquistados antes seriam suficientes para vencer hoje também", afirmou.

Willian tambem lamentou o revés em Chapecó e comentou as situações que levaram o time à derrota.

"Infelizmente, não conseguimos o resultado, levamos o gol no final. Agora é esquecer, levantar a cabeça e trabalhar. Sabia da dificuldade que é jogar aqui. Iniciamos bem, fizemos o gol, mas deixamos cair o ritmo. A equipe deles começou a empurrar, e aí tomamos o empate. No segundo tempo fomos melhores, depois que tomou a virada, o time começou a pressionar mais. Deu certo a estratégia que o Bento adotou. O Fabrício foi para o ataque, e conseguimos o empate assim. Tentamos empatar o jogo no final, a equipe se doou, mas o resultado não veio, infelizmente", comentou o atleta.

O Cruzeiro volta a jogar no próximo domingo, às 11h, quando recebe o Vitória, no Mineirão, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.