Mano Menezes desembarca em BH e afirma: "Quando o Cruzeiro precisar, sempre vou dizer sim"

Novo treinador celeste, que assinará com o clube mineiro até o fim de 2017, ressalta confiança na recuperação da Raposa na temporada

Mano Menezes desembarca em BH e afirma: "Quando o Cruzeiro precisar, sempre vou dizer sim"
(Foto: Matheus Adler/VAVEL Brasil)

Barba, jaqueta jeans, e um semblante de confiança, misturado com felicidade: assim, Mano Menezes surgiu no saguão de desembarque do Aeroporto de Confins, na manhã desta quarta-feira (27), rumo à Toca da Raposa II, onde irá comandar o primeiro treino em seu retorno para o Cruzeiro.

Saudado por muitos torcedores celestes, Mano era tratado como a "solução dos problemas" do Cruzeiro na temporada. O otimismo também estava presente no treinador, que em seu primeiro discurso em solo mineiro, esbanjou confiança em seu segundo trabalho na Toca II: "Estou ciente e confiante de fazer um trabalho de trabalho de recuperação no Cruzeiro", disse o treinador.

Mano Menezes irá assinar contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2017, dando prosseguimento ao trabalho interrompido no fim do ano passado, quando o treinador aceitou uma proposta do futebol chinês. Mano afirmou que o respeito com que foi tratado pela diretoria celeste e pela torcida, pesaram pelo novo acerto.

"Não tenha dúvida que pesou , também a maneira como eu fui tratado, o respeito, o carinho da torcida. Então, quando o Cruzeiro precisar, sempre vou dizer sim. Tem a ver com tudo isso. Esse sentimento é muito forte e eu pretendo retribuir juntamente com a minha comissão técnica e os jogadores do Cruzeiro essa confiança que a torcida deposita nessa recuperação”, declarou.

O novo treinador terá a missão de tirar o Cruzeiro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Após a derrota para o Sport, por 2 a 1, no último domingo (24), no Mineirão, o clube mineiro passou a ocupar a vice-lanterna do certame, com 15 pontos.

Primeira passagem

Mano Menezes é um velho conhecido da torcida celeste. O comandante treinou a equipe mineira no ano passado. Sucessor de Vanderlei Luxemburgo, assumiu o time em setembro e tirou o Cruzeiro da zona de rebaixamento. Em dezembro, porém, ele interrompeu seu trabalho na Toca da Raposa II para aceitar uma proposta milionária do Shandong Luneng, da China, e deixou a agremiação.