Mano exalta Sóbis e jogo coletivo do Cruzeiro: "Equipe deu as oportunidades e ele aproveitou"

Para treinador, “se o time estiver bom, individualmente alguém vai se destacar”

Mano exalta Sóbis e jogo coletivo do Cruzeiro: "Equipe deu as oportunidades e ele aproveitou"
Foto: Pedro Vilela/ Lightpress/Cruzeiro

No duelo dos desesperados, o Cruzeiro levou a melhor sobre o Internacional, na noite dessa quinta-feira (4), venceu o confronto, por 4 a 2, e conseguiu respirar no Campeonato Brasileiro, embora ainda figure na zona de rebaixamento. Autor de três gols, o atacante Rafael Sóbis foi o grande destaque da partida e deixou o gramado da Arena Independência com a bola debaixo do braço. Após o triunfo, Mano Menezes, técnico da Raposa, exaltou o jogador e destacou o jogo coletivo de seus comandados.

Um [gol] já é difícil fazer, imagina três num jogo como esse. Foi muito feliz na definição. A equipe deu as oportunidades e ele aproveitou. É isso que queremos. Ora Sóbis, ora Ábila, ora Willian, ora Arrascaeta. Temos muitos jogadores com capacidade para definir bem. O que eu quero é que, como sempre digo, o coletivo esteja bom. Se o time estiver bom, individualmente alguém vai se destacar. Só é possível nessa ordem, e nós vamos trabalhar para que seja assim”, afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

Mano Menezes também destacou o bom rendimento do setor ofensivo do Cruzeiro diante do Internacional. Nos últimos jogos, os atacantes foram cobrados pela falta de bolas na rede. Contra o time gaúcho, porém, os quatro gols anotados saíram dos pés de dois atacantes: Sóbis e Ábila.

Quando uma equipe cria e passa a não marcar gols, começa a se estabelecer uma pressão muito grande sobre as conclusões do time. Eu vi lá em Santos alguns jogadores nossos começarem a passar a mão na cabeça. Hoje, antes do jogo, eu disse a eles para ficarem calmos, que direcionassem a bola para o gol, não precisava ser o chute perfeito, porque ela entra. Entra para todo mundo. São 7 metros e pouco de gol. O goleiro é um sujeito só; ele não consegue fechar tudo. Tem que ter calma um pouquinho. Ela vai entrar, e como entrou quatro vezes hoje”, ponderou.

O Cruzeiro mal terá tempo de comemorar os três pontos conquistados nessa quinta-feira. Isso porque os mineiros enfrentarão o Corinthians, no Pacaembu, em São Paulo, às 21h da segunda-feira (8) que vem. Mano minimizou o pouco tempo que terá para preparar a equipe celeste e exaltou o próximo adversário.

O Campeonato Brasileiro é assim mesmo. Sabemos como é difícil jogar lá. Sabemos que o adversário está nas primeiras colocações e eles têm uma ideia de jogo bastante clara, que vem há bastante tempo, mesmo mudando os profissionais. Agora [quem está no comando] é Cristóvão, mas se mantém uma ideia de jogo e os jogadores sabem executá-la muito bem. Mas o Cruzeiro tem condições de chegar lá e fazer o jogo que fez em Santos, parte do jogo que fez aqui e brigar pelo resultado. É isso que peço e que vou passar aos jogadores”, finalizou.