Henrique retorna após lesão e aponta evolução no Cruzeiro com Mano Menezes

Volante estava tratando de uma entorse no tornozelo e deve fazer sua primeira partida no retorno de Mano, contra o Corinthians

Henrique retorna após lesão e aponta evolução no Cruzeiro com Mano Menezes
Henrique vinha tendo um bom aproveitamento com Paulo Bento, sendo uma das principais peças da equipe (Foto: Ueslei Marcelino/Light Press)

Uma das novidades da lista de relacionados do Cruzeiro para o confronto diante do Corinthians, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, é o volante Henrique. Recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo, o jogador ficou de fora dos dois últimos jogos da equipe celeste, justamente os dois sob comando de Mano Menezes.

O duelo está marcado para as 20h desta segunda (8), no Pacaembu, em São Paulo. Se vencer o adversário, o Cruzeiro vai deixar a zona de rebaixamento e subir quatro posições. No momento, a equipe é a penúltima colocada, com 18 pontos, pior campanha do time mineiro contabilizada ao fim da 18º rodada, em todas as edições do Brasileirão disputadas em pontos corridos. Para Henrique, a equipe entrará em campo com um único proposto: sair da capital paulista com os três pontos.

Jogo muito importante, onde vamos buscar a vitória. Temos a consciência que só a vitória é importante nesse momento, pois estamos numa situação difícil. Sabemos também que a equipe vem crescendo e ganhando corpo, por isso esperamos buscar a vitória, apesar de saber que será mais uma difícil partida. O grupo tem trabalhado bastante e vamos com intuito de vencer”, avaliou o volante.

Henrique ainda não atuou com Mano, por conta do afastamento pela entorse ter coincidido com os jogos em que o treinador esteve à frente do clube - a derrota para o Santos e a vitória sobre o Internacional. Mas o atleta fez questão de pontuar a evolução da equipe, ressaltando sua consistência e organização nesse retorno do treinador gaúcho.

Estamos encarando cada jogo como uma decisão, independente do adversário. E isso tem feito nossa equipe crescer na competição. Estamos mais organizados dentro de campo, equilibrado, tanto no setor defensivo como também no ataque, então dessa forma a equipe vai crescendo e resgatando aquela identidade que o Cruzeiro sempre demonstrou dentro de campo”, afirmou Henrique.

No ano passado, quando Mano tirou o Cruzeiro da beira do Z-4 e comandou uma grande reação da equipe, o volante Henrique participou de todos as partidas em que estava apto a jogar. Se era opção, Mano escolhia. Somente em duas oportunidades o volante não atuou: em uma delas, o jogador cumpriu suspensão automática por acúmulo de cartões e em outra, foi poupado por ter levado um pisão no pé no jogo anterior.