Mano valoriza vitória no Mineirão e exalta partida sem levar gols: "Estamos amadurecendo"

Treinador do Cruzeiro quer espantar rótulo do time de pior mandante do Brasileirão e destaca importância de não sofrer gols, após 13 partidas

Mano valoriza vitória no Mineirão e exalta partida sem levar gols: "Estamos amadurecendo"
Mano quer recuperar a "confiança defensiva" do time após não sofrer gols contra o Santa (Foto: Washington Alves/Light Press)

A vitória contra o Santa Cruz, neste domingo (28), significou muito para o Cruzeiro. Mais do que conquistar três pontos importantes para distanciar do Z-4, foi o fato da equipe celeste ter voltado a vencer no Mineirão e também não sofrer gols, algo que não acontecia há mais dois meses atrás, ou em 13 partidas.

Fatos destacados pelo técnico Mano Menezes, na coletiva após o triunfo celeste. O treinador quer tirar o rótulo de pior mandante do Campeonato Brasileiro, que pertence ao Cruzeiro, já que vencer em casa é fundamental para os planos da equipe na competição. Diante do Santa, a Raposa teve dificuldades na primeira etapa, devido a empolgação, já que o Mineirão recebia, aproximadamente, 50 mil torcedores.

"É muito bom voltar a vencer em casa. Parece meio paradoxal, porque sempre o mandante leva muita vantagem no futebol brasileiro. Nossa equipe vinha tendo várias dificuldades, foi no primeiro na empolgação, com o torcedor empurrando. Desperdiçamos muitas oportunidades de construir jogadas com mais qualidade, embora tinha o domínio do jogo. Sempre é um jogo perigoso, tínhamos estudado e vimos méritos. Neutralizamos bem os lados, no primeiro tempo teve a bola que o Léo Moura estourou no travessão. Depois a bola com o Grafite", analisou Mano.

Apesar de um primeiro tempo com dificuldades, a Raposa não se abateu e voltou para o segundo tempo com uma postura diferente. Em sete minutos, o Cruzeiro já havia marcado dois gols, com Robinho e Ramón Ábila, o que deu uma certa tranquilidade para o clube celeste no jogo, que ainda contou com belas defesas do goleiro Rafael, para terminar o duelo sem sofrer gols, o que o time não conseguia fazer desde o duelo contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, pela décima rodada do Brasileirão, no qual os mineiros venceram por 4 a 0.

"No segundo tempo abrimos uma vantagem de 2 a 0 cedo, o que deu tranquilidade, estamos felizes por isso, era importante demais vencer. o acréscimo "plus" é a equipe não sofrer gols, e precisamos de jogos assim. Pode até sofrer um pouco, porque o nível é alto, mas precisamos retomar a confiança defensiva, de não sofrer gols. Isso é importante demais para a sequência", concluiu o técnico.