Rescisão de contrato de Riascos com Cruzeiro é publicada pela CBF

Situação do jogador com a Raposa foi registrada no BID (Boletim Informativo Diário); no Brasil, ele só poderá atuar pelo Vasco da Gama

Rescisão de contrato de Riascos com Cruzeiro é publicada pela CBF
Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

A história entre o atacante colombiano Riascos e o Cruzeiro teve mais um capítulo importante nesta quinta-feira (15). No que desta vez parece ser o final da novela, o jogador foi contemplado por uma decisão liminar do Tribunal Regional do Trabalho, da 3ª Região, que permite que ele firme um contrato com outro clube. O registro da rescisão foi publicado no BID (Boletim Informativo Diário), da CBF.

Em contato com o Hoje em Dia, o clube celeste revelou que vai analisar as medidas que serão tomadas. "Fomos surpreendidos com a decisão e agora o departamento jurídico do clube vai estudar qual medidas serão tomadas e recursos. Esta foi uma liminar do jogador, antes ele já havia entrado com três recursos. Vale destacar que essa é uma decisão em primeira instância e foi apenas uma liminar".

Nesta temporada, Riascos jogou também pelo Vasco da Gama, fato que impossibilita o atacante de atuar por uma terceira equipe brasileira no ano, de acordo com o Regulamento Geral das Competições, da CBF. Com a camisa do Cruzeiro, ele esteve em campo em mais de sete vezes pelo Campeonato Brasileiro da primeira divisão, um impecílio que veta o jogador de acertar com um dos 19 times da Série A.

Caso continue no Brasil, seu provável destino é o retorno ao clube carioca. Além da identificação com a torcida cruzmaltina, o Vasco é um dos únicos clubes brasileiros que podem contratar o atacante, por não disputar a mesma competição que a Raposa.

A confusão entre Riascos e Cruzeiro começou logo após o apito final da partida diante do Fluminense, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, onde a equipe mineira saiu derrotada por 2 a 0. Em entrevista concedida logo após a partida, o colombiano, insatisfeito, deu uma declaração polêmica, que caiu como uma bomba no cenário vivido pela equipe, que não conseguia vencer e frequentava a zona de rebaixamento.