Mano Menezes elogia seu auxiliar Sidnei Lobo e destaca entrega do Cruzeiro

Em entrevista coletiva, treinador da Raposa elogiou seu auxiliar técnico dando confiança para o jogo contra o Vitória

Mano Menezes elogia seu auxiliar Sidnei Lobo e destaca entrega do Cruzeiro
Mano não estará presente na área técnica nos jogos contra o Vitória e Atlético-PR (Foto: Washington Alves / Light Press / Cruzeiro)

Mano Menezes não comandará o Cruzeiro, do banco de reservas, nas duas próximas partidas do Campeonato Brasileiro. O próprio Mano, no entanto, minimiza a situação e afirma que o time não sentirá sua ausência. Nos duelos contra Vitória e Atlético-PR, o time celeste terá o auxiliar Sidnei Lobo à beira do gramado. O profissional, que trabalha com Mano desde 2004, recebeu elogios do comandante celeste.

"O Sidnei Lobo foi um jogador formado no São Paulo. Trabalhou e teve o privilégio de ser dirigido por Tele Santana e Muricy Ramalho. Nos conhecemos no final de sua carreira, em 2003, no Iraty, e começamos a trabalhar juntos neste mesmo ano. O convenci que era hora de parar e ofereci uma vaga de assistente. Começamos no XV de Campo Bom e estamos juntos desde então. Ele buscou conhecimento para sua formação, e é necessário que seja assim. É um sujeito extremamente leal, o que fez nossa convivência ser duradoura durante este tempo. Espero que ele seja um treinador em breve. Ficarei muito feliz vendo isso", destacou.

Essa não será a primeira vez que o Cruzeiro terá o comando de Lobo. Em 2015, o auxiliar ficou à beira do campo na vitória por 3 a 0 sobre o Joinville, no Mineirão, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já em 2016, Lobo orientou a Raposa no revés de virada para o Flamengo, por 2 a 1, em Cariacica, pela 27ª rodada da Série A.

O treinador também elogiou o elenco celeste. Segundo Mano, o time tem demonstrado uma alto nível de comprometimento tanto no Campeonato Brasileiro quanto na Copa do Brasil. "Os jogadores têm tido um espírito de entrega muito grande. Não é possível enxergar um meia ou um atacante se entregar tanto na marcação quanto um volante. Mas, todos têm ajudado e por isso o Cruzeiro está tendo resultados diferentes, chegando à semifinal da Copa do Brasil. Valorizo o trabalho de todos os jogadores", afirmou.