De olho em 2017, Mano Menezes exalta brio do Cruzeiro em empate diante do Santos

Técnico celeste sai em defesa de Lucas Romero após falhas, mas deixa escalação na lateral direita em aberto

De olho em 2017, Mano Menezes exalta brio do Cruzeiro em empate diante do Santos
Mano Menezes garante que planejamento para 2017 já começou, mas, manteve segredo em relação à dispensas e contratações (Foto: Juliana Flister/Light Press)

O Cruzeiro não saiu de um 2 a 2 com o Santos, na tarde deste domingo (20), no Mineirão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. A Raposa até saiu na frente no placar, mas sofreu a virada e buscou a igualdade logo em seguida, fato elogiado pelo técnico Mano Menezes.

O empate foi valorizado pelo contexto da partida. Isso porque Arrascaeta foi expulso, na segunda etapa, após cometer falta dura em Thiago Maia. Assim, Mano considerou que a equipe atuou com o "coração", destacando o brio do time. O técnico ainda lembrou do lance envolvendo Marcos Vinícius e Léo Cittadini, que gerou muita reclamação por parte da Raposa, que pediu pênalti.

"Com 10 contra 11 partimos para o coração. A equipe teve brio. Era um momento mais difícil de jogar e mesmo assim tivemos volume pelos lados. Mesmo com um homem a menos tivemos a capacidade de não se entregar no jogo e lutar até o fim, no mínimo, pela igualdade, e conseguimos. Acho que é um ponto importante a postura da equipe nos momentos de dificuldades”, disse o treinador.

Mano Menezes ainda saiu em defesa de Lucas Romero. Improvisado na lateral direita, o volante, que chegou a fazer boas partidas nos setor, falhou nos dois gols do Santos. O primeiro, após servir Ricardo Oliveira na tentativa de recuar a bola para Rafael, enquanto no segundo houve o pênalti em cima de Copete, originando o segundo gol alvinegro.

"Os lances do segundo tempo foram descuido. Poderíamos ir para frente, ao invés de retardar, pois tínhamos pressão sobre ele [Romero]. Então, faz uma escolha errada, que custou caro por cair no pé de quem não perdoa que é o Ricardo Oliveira. Talvez isso também tenha mexido com ele. Deu um carrinho dentro da área que é uma coisa que está no manual. Boi deitado é boi morto, vamos então ficar de pé, enfrentar de pé. Faz parte", declarou.

No entanto, Mano não garantiu a permanência de Lucas Romero na lateral direita. O treinador, que possui Lucas e Ezequiel à disposição, poderá escalar o último, por exemplo, no duelo contra o Internacional, no próximo final de semana: " Eu tenho confiança no Ezequiel, ele sabe disso. Ele vinha sendo titular na maioria dos jogos", resumiu.

Feliz 2017!

O objetivo de permanecer na Série A cumprido, o Cruzeiro agora pensa na próxima temporada. Mano Menezes utilizará as últimas partidas de 2016 como um "vestibular celeste". No entanto, o treinador da Rapsoa garante que já tomou algumas decisões junto à diretoria, que só serão anunciadas após o término do Campeonato Brasileiro.

“Internamente sim, temos definidas situações. E estaremos utilizando esse período para planejar a próxima temporada. Respeito muito os jogadores. Não vou falar porque seria desrespeito aos atletas. Não vamos falar de jogadores de outros lugares também. Todos têm seus compromissos. Mas serão questões tratadas de forma interna por mim”, concluiu.