Adversários nesta rodada, Fla e Flu ainda buscam goleadores para o Brasileirão

Dupla Fla-Flu tem média de apenas um gol por rodada e sofrem com ausência de regularidade em seus ataques

Adversários nesta rodada, Fla e Flu ainda buscam goleadores para o Brasileirão
De volta, Fla aposta em Guerrero (Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress)

Num clube grande, só há um jeito de um atacante estar de bem com sua torcida: fazendo gols. Na dupla Fla-Flu, que protagonizam o clássico carioca da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o feito vem se tornando escasso. Flamengo e Fluminense disputaram 10 jogos neste Brasileirão. De um lado, a equipe rubro-negra balançou a rede adversária 11 vezes, do outro, o Tricolor somente 10. Em média, as equipes têm apenas um gol por rodada.

O motivo da escassez de gols pode ser explicado pela ausência de Guerrero e Fred. O peruano, desfalcou o Fla por 8 jogos devido a Copa América do Centenário, sendo substituido por Felipe Vizeu, autor de dois gols no Campeonato Brasileiro e artilheiro da equipe ao lado de Alan Patrick e William Arão. Em contrapartida, no tricolor, a ausência de Fred, agora no Atlético Mineiro, resultou em uma dor de cabeça para o técnico Levir Culpi. O jovem Richarlison e o veterano Magno Alves revezaram na função, mas não obtiveram ainda o resultado esperado.

Se por um lado, o Fla poderá contar com a volta de Guerrero diante do Tricolor, o Flu, por sua vez, terá que encontrar seu caminho rumo aos gols de outra maneira, já que Fred agora é jogador do Galo. Para o clássico diante do Flamengo, o Fluminense poderá contar com o jovem atacante Marcos Jr, autor de 3 gols na "era pós-Fred".

No próximo domingo (26), às 16h, Natal recebe o clássico Fla-Flu na esperança de poder presenciar e comemorar gols.