De virada, Flamengo bate o Vitoria e iguala pontuação do líder Palmeiras

Rubro-negro carioca se impõe dentro de campo e vence o time baiano de virada

De virada, Flamengo bate o Vitoria e iguala pontuação do líder Palmeiras
Foto: Jéssica Santana / Flamengo
Vitória
1 2
Flamengo
Vitória: VITÓRIA: FERNANDO MIGUEL; DIOGO MATEUS, RAMON, KANÚ, DIEGO RENAN; WILLIAN FARIAS, AMARAL, CÁRDENAS; MARINHO (VANDER 16/2ªT), ZÉ LOVE, KIEZA(EULLER 32/2ºT)
Flamengo: FLAMENGO: ALEX MURALHA, PARÁ, RAFAEL VAZ, RÉVER E JORGE; WILLIAN ARÃO, MÁRCIO ARAÚJO, DIEGO (MANCUELLO 38/2ºT) E FERNANDINHO (ALLAN PATRICK 12/2ºT) GABRIEL( CIRINO 30/2ºT) E LEANDRO DAMIÃO
Placar: 1-0 min. 21, ZÉ LOVE. 1-1 min. 43, FERNANDINHO. 1-2 min.14 GABRIEL.
ÁRBITRO: VINICIUS FURLAN (SP) - ADVERTIDOS: DIEGO RENAN (11/1ºT) e (27/2ºT,), CARDÉNAS (18/2ªT), RAFAEL VAZ (47/2T)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 24ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO, REALIZADA NO ESTADIO BARRADÃO

O Flamengo saiu para enfrentar o Vitoria, na noite deste sábado (10), em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Barradão. O Rubro-Negro venceu o jogo de virada, pelo placar de 2 a 1, com gols de Fernandinho e Gabriel. Zé Eduardo descontou para o time da casa.

A vitória fez a equipe do Rio se manter na segunda posição, mas igualando a pontuação do líder Palmeiras, ambos com 43 pontos. O próximo jogo do Flamengo é justamente contra a equipe alviverde, na quarta-feira (14), às 21h45. 

A derrota manteve o Esporte Clube Vitoria na zona de rebaixamento, ocupando a 18º posição, com 26 pontos e custou o cargo do treinador Vagner Mancini, demitido após o duelo. O próximo adversário é o Internacional, no Beira-Rio, na quinta (15) às 21h.

Vitoria começa melhor e abre o placar

A partida começou equilibrada, ambas as equipes jogando ofensivamente, mas com a equipe Baiana mais compacta e tomando a iniciativa do jogo. A equipe carioca insistia em jogadas pelo meio, mas sentia a forte marcação do Rubro negro baiano. Aos 21 minutos, em jogada pela esquerda na entrada da área, Diego Renan bate cruzado e Zé Love aproveita falha da defesa e desvia marcando para o leão.

O Vitoria era mais agressivo durante a partida, sempre buscando fazer jogadas pelas pontas usando seus atacantes habilidosos. Já o Flamengo jogava em ritmo cadenciado forçando jogo pelo meio, que estava totalmente congestionado pelo adversário.

O Rubro Negro carioca após o gol sofrido passou a sair mais para o jogo, controlando o meio de campo com Diego, que acionava bastante a lateral direita. Em inversão pedida por Zé Ricardo, Fernandinho passou a jogar pela ponta direita e Gabriel pela esquerda. Com isso, o Flamengo passou a controlar as ações e aos 43 minutos, Pará cruzou e Fernandinho subiu mais que os zagueiros, marcando para empatar a partida.

Flamengo toma o controle da partida e vence de virada

Os primeiros minutos da etapa final começou com as duas equipes cautelosas, mas com os cariocas um pouco melhores, assim como ao fim do primeiro tempo. O time de Zé Ricardo com a entrada de Allan Patrick passou a dominar a partida, acionando mais seus laterais, retendo mais a posse de bola com bastante movimentação de Diego William Arão. Aos 14 do segundo tempo, Gabriel faz bonita jogada pela direita, tabela com Diego e recebe para concluir em gol, virando o placar para o time do Rio de Janeiro.

Apáticos, os baianos sentiram o golpe do gol sofrido e passaram somente a se defender e esperar os contra-ataques. Com isso, chamaram o adversário para seu campo de defesa. As substituições feitas pelo técnico Vagner Mancini não surtiram efeito e não modificaram a partida, totalmente dominada pelo Flamengo que criava as melhores chances, em jogadas pelas laterais e de bolada parada, levando perigo ao goleiro Caíque.

Na parte final do jogo, Diego Renan leva o segundo cartão amarelo e é expulso, complicando a vida do time da casa. A partir daí, os visitantes, com a entrada de Cirino e Mancuello tiveram tranquilidade para controlar as ações, criando chances claras de gol, uma marcação duvidosa de falta quando os jogadores pediam pênalti; segurou a bola no campo de ataque até o apito final.