Fator Diego Ribas: diante do Palmeiras, camisa 35 pode fazer a diferença

São cinco jogos e cinco vitórias com a camisa do Flamengo, além de dois gols e uma assistência

Fator Diego Ribas: diante do Palmeiras, camisa 35 pode fazer a diferença
(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

A contratação "de lotar aeroporto" chegou ao Flamengo depois de anos aguardando. A torcida, extasiada pelo novo jogador, não poderia imaginar cenário melhor. Em poucos confrontos, Diego Ribas já conquistou ainda mais a fiel Nação Rubro Negra, que hoje sonha com o heptacampeonato e tem, nesta quarta-feira (14), o maior desafio da temporada até aqui.

São apenas cinco jogos com a camisa, ou Manto Sagrado, rubro-negro. Entretanto, Diego Ribas já tem dois gols e uma assistência, além de atuações que melhoram a cada confronto e uma dedicação fora do comum, raramente vista em atletas. Além disso, sua relação apaixonada com a torcida mostra que o jogador não é um fator importante a toa.

Desde que chegou, Diego conseguiu colocar ordem em um dos setores mais deficientes do Flamengo, o mal organizado meio-campo, e motivou seus companheiros a amarem o clube tanto quanto ele. A qualidade técnica faz uma função antes impossível parecer simples, a experiência é exatamente o que a equipe precisava em horas extremas. 

Diante do Palmeiras em pleno Allianz Parque, o Flamengo não poderá contar com sua torcida graças a uma briga entre duas organizadas no primeiro turno, disputado no Mané Garrincha, que deixou o rubro-negro sem a carga de visitante. Com isso, a equipe precisará dar tudo de si em campo, já que a Nação fizeram questão de mostrar apoio incondicional. Aeroporto Santos Dummont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo, lotados para fazer a festa que faltará nas arquibancadas.

Esta será a chance de Diego mostrar, novamente, que sua experiência e técnica são fundamentais para o Flamengo. Sua chegada deu ao elenco a motivação que faltava para a luta pela liderança e isso pesará a favor da equipe rubro-negra. Além da inegável qualidade com a bola no pé, o camisa 35 também será uma grande liderança dentro das quatro linhas, organizando, principalmente, o meio-campo.