Levir Culpi acredita que vitória no clássico contra Botafogo mexe com emocional

Mesmo com o resultado positivo, o técnico tricolor aponta erros da equipe e afirma que ainda existem situações que precisam ser trabalhadas

Levir Culpi acredita que vitória no clássico contra Botafogo mexe com emocional
Levir conquista sua primeira vitória em clássicos no comando do Fluminense (Foto: Mailson Santana / Divulgação FFC)

Colocando um fim no jejum de vitórias em clássicos, o Fluminense voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro. Em Volta Redonda, o Tricolor derrotou o Botafogo pelo placar de 1 a 0 em partida válida pela quarta rodada da competição. Para o comandante Levir Culpi, o resultado devolve ao time a confiança e mexe com o emocional do grupo.

"Sim, dá moral. O resultado mexe na parte emocional. Matematicamente também. Foi muito interessante. Clássico é sempre clássico. Isso devolve a confiança. Ainda há algumas coisas a trabalhar, algumas situações ficaram claras no jogo, mas foi um bom resultado." afirmou.

Apesar da vitória, o técnico tricolor enxergou alguns problemas na equipe durante o jogo, como a sucessão de erros na hora da finalização.

"Diga-se de passagem... se formos avaliar o aproveitamento, pelas oportunidades criadas, o time merece um puxão de orelha. Perdemos muitas chances. Quando perde, tem de cobrar. Quando ganha, também. Ficamos devendo nisso. Faltou objetividade na finalização. Só colocamos uma para dentro. Faltou competência no fundamento."  pontuou o treinador.

Sobre o capitão e autor do gol Fred, Levir falou da atuação do jogador que é o maior carrasco tricolor em jogos contra o Botafogo, são 14 gols em 21 jogos.

"Não sabia desses números dele em relação ao Botafogo. Ele confirmou o que sabe fazer, tem presença de área, mantém nível apesar da certa idade. Sabe jogar com o corpo, com técnica. Foi um gol muito comemorado." elogiou.

Com a vitória no clássico vovô, o Fluminense soma sete pontos e está na sétima colocação do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso do Tricolor será na quarta feira (1) às 21h45, diante do Atlético-MG, no Independência.