Após atraso nas obras, Edson Passos receberá duelo entre Fluminense e Coritiba

Após atrasos nas obras, Flu tem aval para realizar partida contra o Coritiba no Giulite Coutinho

Após atraso nas obras, Edson Passos receberá duelo entre Fluminense e Coritiba
Fluminense deve estrear no Estádio de Edson Passos no próximo dia 2, em duelo contra o Coritiba (Foto: Oficial / America)

A maratona de viagens Tricolor devido à ausência do Maracanã está próxima de chegar ao fim. Depois de atrasos nas obras, o Flu poderá contar com o Giulite Coutinho, em Edson Passos, para a partida contra o Coritiba, marcada para o dia 2 de julho.

A reforma no campo do América vem sendo realizada desde o primeiro trimestre do ano, afim de amenizar o desgaste da equipe de Levir Culpi em virtude de inúmeras viagens. Os custos da reforma, de aproximadamente R$ 800 mil estão a cargo do Fluminense, que também é responsável por gerenciar as intervenções.

“A parceria com o Fluminense faz parte de melhorias patrimoniais que estamos projetando para o América”, declarou, entusiasmado, Léo Almada, presidente do clube.

Esperança de casa cheia

Além de visar o fim do desgaste dos jogadores, o projeto de reforma do Giulite Coutinho também está ligado à busca de reaproximar o time do torcedor. O Fluminense é apenas o 15º clube, de todas as divisões do Campeonato Brasileiro, que mais leva público ao estádio, tendo média de apenas 8.160 pagantes.

Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, era tido no início do ano pela diretoria tricolor como a melhor opção em 2016, já que não contaria com o Maracanã e Engenhão, cedidos ao Comitê Olímpico. No entanto, o resultado não foi o que se esperava. O Tricolor das Laranjeiras teve, em média, apenas 2.615 de público pagante no estádio. Por conta disso, agora, Edson Passos, é a esperança do Flu reencontrar o afago de seu torcedor.