Fluminense vence Ypiranga-RS e garante vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Com gols de Cícero e Magno Alves, Flu venceu Ypiranga e avançou na Copa do Brasil

Fluminense vence Ypiranga-RS e garante vaga nas oitavas da Copa do Brasil
Foto: Divulgação/Fluminense FC
Ypiranga-RS
0 2
Fluminense
Ypiranga-RS: Carlão; Márcio Lima, Negretti, Carlos Ricardo e Sander; Robson, Daniel (Jean Paulo, min. 37'/2ºT), Danilinho e Mikael; Tulio Renan (Rafael Alemão, min. 33'/2ºT) e João Paulo. Técnico: Leocir Dall'Astra
Fluminense: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Renato Chaves, Henrique e William Matheus; Edson (Wellington, min. 0'/2ºT), Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Marcos Junior (Dudu, min. 23'/2ºT) e Henrique Dourado (Magno Alves, min. 34'/2ºT). Técnico: Levir Culpi
Placar: 0-1, min. 27'/2ºT, Cícero. 0-2, min. 37'/2ºT, Magno Alves.
ÁRBITRO: Marcelo Aparecido de Souza (FPF).
INCIDENCIAS: Jogo válido pela Copa do Brasil, partida de volta, realizada no estádio Colosso da Lagoa, em Erechim, no Rio Grande do Sul (RS).

Na noite desta quarta-feira (27), o Fluminense garantiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil ao vencer o Ypiranga-RS por 2 a 0, em jogo realizado em Erechim. Os gols da vitória tricolor foram marcados por Cícero e Magno Alves, ambos no segundo tempo.

Após empate com má atuação na partida de ida, o Fluminense dominou o jogo em Erechim e encaminhou a classificação para as oitavas de final. O sorteio que definirá os confrontos das oitavas acontecerá no próximo dia 2 de agosto, na sede da CBF, no Rio de Janeiro, às 11h (de Brasília).

Flu domina a posse de bola, mas primeiro tempo termina sem gols

O Fluminense ficou mais tempo com a posse de bola, com 71% do tempo com a bola nos pés. Por outro lado, o Ypiranga-RS esperava o Flu e jogava no contra-ataque. Mas o que se viu nos 45 minutos iniciais foram muitos passes e pouco trabalho para os goleiros.

Sem conseguir entrar na área do Ypiranga-RS, o Fluminense tentou criar chances arriscando de fora da área. Cícero tentou duas vezes, aos 16 e aos 17 minutos, respectivamente, mas sem sucesso. Aos 25 minutos, foi a vez de Gustavo Scarpa arriscar, e dessa vez o goleiro Carlão teve que trabalhar e salvou a equipe de Erechim.

O Fluminense tentava muitas jogadas na bola aérea, mas os cruzamentos não ajudavam. Todavia, o Flu finalizou mais que o Ypiranga-RS no primeiro tempo, com cinco finalizações contra três. Estreante da noite, Henrique Dourado ficou isolado e não conseguiu receber bons passes para concluir em gol.

O Ypiranga-RS apostou nos contra-ataques, mas as tentativas não deram resultados. A melhor oportunidade da equipe surgiu aos 44 minutos, quando Mikael aproveitou cruzamento da direita e cabeceou pelo lado do gol de Diego Cavalieri, mas sem assustar muito o goleiro tricolor.

Cícero e Magno Alves marcam, Flu vence Ypiranga-RS e avança na Copa do Brasil

O Fluminense voltou com mudanças para a etapa final. Wellington entrou no lugar de Edson e a entrada do estreante começou a dar efeito rapidamente. Aos 11 minutos, a bola sobrou para Wellington na área, ele cortou a marcação e finalizou no canto, mas a bola saiu pelo canto levando muito perigo ao gol do goleiro Carlão. Wellington voltou a aparecer aos 18 minutos, quando fez boa jogada pela esquerda e cruzou, mas a bola desviou e quase entrou no canto.

De tanto pressionar, o Fluminense conseguiu abrir o placar. Aos 27 minutos, Scarpa cobrou falta e a defesa do Ypiranga-RS afastou, mas no rebote o atacante Henrique Dourado cruzou da entrada da área, a bola sobrou com Renato Chaves que tocou de cabeça para Cícero no meio da área abrir o placar.

Aos 34 minutos, Magno Alves entrou no lugar de Henrique Dourado. Logo em sua primeira participação no jogo aos 37 minutos, o Magnata aproveitou o cruzamento de Gustavo Scarpa pela esquerda e cabeceou no ângulo para ampliar o placar em Erechim.