Pensando a longo prazo, Fluminense aposta em evolução da equipe com reforços

Com sete contratações na última janela (sendo uma para a próxima temporada) tricolor projeta time forte em 2017

Pensando a longo prazo, Fluminense aposta em evolução da equipe com reforços
Levir Culpi ajusta a equipe no treino (Foto: Nelson Perez / Fluminense)

Projetando contar com um time forte para a próxima temporada, a diretoria do Fluminense vem trabalhando com um pensamento a longo prazo. Após anunciar a criação de um moderno centro de treinamento, a cúpula tricolor foi ao mercado e contratou sete jogadores para reforçar a equipe (um deles para o ano que vem) na última janela de negociações.

Com uma campanha mediana no Campeonato Brasileiro deste ano - Seis vitórias, seis empates e cinco derrotas - o Flu ocupa a nona colocação na tabela, faltando apenas duas rodadas para o encerramento do primeiro turno. Devido ao desempenho, o técnico Levir Culpi já começava a ficar pressionado no cargo. Mas, ao que parece, os ventos passaram a soprar a favor do tricolor das Laranjeiras. Voltando a atuar no Rio, a equipe chegou a sua segunda vitória seguida em casa na última rodada. Podendo contar com os reforços, o clube projeta uma evolução em seu futebol pensando a longo prazo.

Após vencer a Ponte Preta o tricolor vai em busca de sua segunda vitória seguida, coisa que ainda não ocorreu na competição. Com somente dois triunfos como visitante em 16 rodadas, a equipe quer provar contra o Internacional, em Porto Alegre, que o progresso com a chegada dos reforços não aconteceu apenas com o fator mando de campo. A harmonia que o clube encontrou em Edson Passos é só mais um dos ganhos do time nesse último mês.

Dos seis nomes contratados, apenas o centroavante Henrique Dourado é titular. Porém, quem tem se destacado mesmo é o reestreante Wellington. Cria de Xerém, o jogador voltou inspirado ao clube. Tanto que seu primeiro gol após a volta foi digno de uma placa no estádio. Outro reforço recentemente contratado, o meia atacante Danilinho jogou poucos minutos em sua estreia e não pode mostrar muita coisa. Relacionado para os jogos, o volante Marquinho ainda espera uma oportunidade para reestrear no clube que defendeu em 2009.

Em situação diferente estão três reforços. Pensando em 2017, o Fluminense acertou a contratação do equatoriano Junior Sornoza, o atleta foi vice campeão da libertadores desse ano com o Independiente Del Valle, e só podera atuar pelo tricolor na próxima temporada. Último estrangeiro a ser apresentado, o argentino Claudio Aquino precisa apurar sua forma física. Por isso, não deve ficar disponível próximas partidas. Já o paraguaio Alexis Rojas, apesar de ter sido apresentado e treinar com o grupo, está sendo preparado para atuar somente no ano que vem, devido ao processo de adaptação ser mais complicado. Rojas chegou ao clube por empréstimo junto ao Sportivo Luqueño, é jovem e muito franzino. Segundo o Diretor executivo Jorge Macedo, o clube tem sido cauteloso com o jogador.

 - Já começou 2017 desde agora, estamos com um planejamento. Aqui no Brasil se fala muito de planejamento a longo prazo, a gente vem trazendo jogadores que vão agregar já para o ano que vem. Dos próprios reforços, tem o Alexis Rojas que a gente acredita muito, mas vai sofrer muito com adaptação, vai demorar um pouco para conseguir jogar. É um jogador que a gente prepara para o ano que vem, para estar em forma. Então o Fluminense já está pensando sim em 2017, mas nosso foco é agora, começar a pontuar no Campeonato Brasileiro – Afirmou Jorge Macedo.