Fluminense enfrenta Figueirense buscando se aproximar do G-4

Com objetivos distintos, equipes fazem jogo atrasado da 18ª rodada do Brasileirão

Fluminense enfrenta Figueirense buscando se aproximar do G-4
Foto: Bruno Haddad/Fluminense F.C.
Fluminense
Figueirense
Fluminense: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Renato Chaves, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero, Gustavo Scarpa, Marquinho (Marcos Junior) e Wellington; Henrique Dourado.
Figueirense : Gatito Fernández; Ayrton, Nirley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Elicarlos, Jefferson (Renato Augusto) e Carlos Alberto; Lins (Rafael Silva) e Rafael Moura.
ÁRBITRO: Rodrigo Batista Raposo (DF).

Neste sábado (3), Fluminense e Figueirense se enfrentam, às 16h (horário de Brasília), no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ). Ocupando a nona colocação do Campeonato Brasileiro, o Tricolor busca se recuperar após a derrota para o Palmeiras e o empate diante do Corinthians, este pela Copa do Brasil. Caso vença, o time comandado por Levir Culpi fica somente a três pontos do G-4. O Figueira, por sua vez, é o 18º e almeja a vitória para sair da zona de rebaixamento.

O último encontro entre as equipes aconteceu pela última rodada do Brasileirão 2015. Naquela ocasião, o Figueirense venceu o Fluminense por 1 a 0 no Orlando Scarpelli. O único gol do jogo foi marcado por Marcão.

No histórico de confrontos pelo Campeonato Brasileiro, o Fluminense leva vantagem sobre o Figueirense. No total, foram 24 jogos, com 11 vitórias tricolores, oito empates e cinco vitórias alvinegras. Também, o time carioca marcou mais gols: 37 contra 20.

A arbitragem do duelo fica por conta de Rodrigo Batista Raposo (DF). Ele será auxiliado por Daniel Henrique da Silva Andrade e José Reinaldo Nascimento Júnior, ambos também brasilienses.

Exceto Gum, Flu será o mesmo que empatou com Corinthians

Tendo pouco tempo de preparação, o técnico Levir Culpi não deu pistas do time que enfrenta o Figueirense. A única certeza é a entrada do zagueiro Renato Chaves na vaga de Gum, suspenso pelo terceiro amarelo. A última vez que o camisa 31 atuou foi no dia 14 de agosto, na vitória por 1 a 0 sobre o América-MG, em Cariacica-ES.

''É bom saber que tenho a confiança do treinador. Ele sabe que quando precisar eu estarei lá, e isso se ganha no dia a dia. Quando entrei, dei conta do recado. O grupo sempre me dá força. Sabemos que é complicado entrar sem ritmo, e com a ajuda e confiança de todos, fica mais fácil. Pode treinar o mais forte que for, mas jogo é diferente. Sem sequência é muito difícil'', disse Renato.

Além dele, outro que pode retornar ao time titular é Marcos Junior. O atacante foi barrado na última partida para a entrada de Marquinho, que mesmo não estando na sua melhor forma, teve boa atuação e fez o gol tricolor no empate por 1 a 1.

Com isso, o time que enfrenta o Figueirense terá: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Renato Chaves, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero, Gustavo Scarpa, Marquinho (Marcos Junior) e Wellington; Henrique Dourado.

Figueira tem mudança na zaga e dúvidas no meio

Após a eliminação para o Flamengo na Copa Sul-Americana, o Figueirense enfrenta outra equipe carioca: o Fluminense. Precisando vencer para sair da zona de rebaixamento, o técnico Tuca fará alterações no time titular. O zagueiro Werley e o volante Ferruguem cumprem suspensão pelo terceiro amarelo e sequer viajaram para o Rio.

No treino às vésperas do jogo, o treinador revelou apenas um dos substitutos: Nirley entra e faz dupla de zaga ao lado de Bruno Alves. No meio campo, Elicarlos, ausente diante do Flamengo, pode retornar. Ao lado de Jackson Caucaia, é provável que tenha Renato Augusto, Jefferson, Dodô ou Ortega como parceiro. No ataque, há chances de Lins substituir Rafael Silva.

''Sabemos que podemos subir na tabela, voltar à 13ª colocação e vamos buscar com nossa força. Temos um grupo forte e a gente tem mostrado isso. Contra o Flamengo, jogamos com 10 durante boa parte e saímos da Sul-Americana com um placar agregado de 5 a 5'', destacou Tuca.

Com isso, o provável time que encara o Fluminense terá: Gatito Fernández; Ayrton, Nirley, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Elicarlos, Jefferson (Renato Augusto) e Carlos Alberto; Lins (Rafael Silva) e Rafael Moura.