Levir Culpi dispensa comentários sobre polêmicas e enaltece vitória do Flu: "Jogo muito bom"

Treinador exalta postura tricolor na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians

Levir Culpi dispensa comentários sobre polêmicas e enaltece vitória do Flu: "Jogo muito bom"
FOTO NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.

O Fluminense foi até São Paulo para enfrentar o Corinthians, neste domingo (25), mais uma vez. Desta, pelo Campeonato Brasileiro. Com gol de Cícero, aos 49 minutos do segundo tempo, o Tricolor venceu o Timão por 1 a 0, e com a vitória, ocupa a quinta colocação, a dois pontos do G4.

Depois da partida marcada por polêmicas da arbitragem na última quarta-feira pela Copa do Brasil, a expectativa para a partida deste domingo, agora pelo Campeonato Brasileiro, foi inevitável. No entanto, após o jogo o técnico Levir Culpi preferiu concentrar sua análise na postura da equipe, deixando de lado as polêmicas passadas. O técnico ressaltou a importância da vitória e afirmou que o triunfo foi um dos mais importantes de sua carreira. 

"Tirando essa parte da arbitragem, é importante destacar para o torcedor a importância desse jogo para os jogadores. A atuação do Fluminense foi boa, conseguir essa vitória na casa deles é muito bom. É o jogo para torcedor, que une o time e dá aquela esperança. Nós brasileiros somos emotivos, e realmente foi muito prazeroso para gente esse resultado. Foi muito interessante essa vitória, um jogo muito bom. Foi uma das vitórias importantes da minha carreira. O jogo foi tão legal para nós que isso dispensa os comentários sobre a arbitragem", declarou o técnico.

Na próxima rodada, o Tricolor Carioca enfrenta o Sport, no sábado (1º), às 11h (horário de Brasília), em Edson Passos, na Baixada Fluminense. 

O gol aos 49 minutos do segundo tempo

A disputa entre as duas equipes ficou mais intensa na etapa final.Com ótimas chances de gols, ambas as equipes pararam nos goleiros adversários.  Até que Cícero, aos 49, após falta cobrada por Gustavo Scarpa e disputa dentro da área, Cícero fez o gol da vitória tricolor, dando novamente esperança de disputa pelo G4.