Roger aprova empate e elogia atuação do time: "Defensivamente, a gente foi forte"

Setor que complicou o Grêmio no primeiro semestre fez boa partida

Roger aprova empate e elogia atuação do time: "Defensivamente, a gente foi forte"
Foto: Lucas Uebel/ Grêmio

O Grêmio estreou no Campeonato Brasileiro 2016. Diante do Timão, na Arena Corinthians, o Tricolor não conseguiu tirar o zero do placar, mas também não levou gols. Os gaúchos até foram melhores em alguns momentos do jogo, porém, nos minutos finais, tomou uma sonora pressão corintiana. 

+Em jogo movimentado e equilibrado, Corinthians e Grêmio ficam no empate

Após o término da partida, o técnico Roger Machado concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa da Arena, falando sobre o jogo, o momento da equipe e uma possível pressão por resultados do time tricolor.

Para Roger, o empate fora de casa foi um bom resultado: "Para a estreia, e uma estreia contra o Corinthians, atual campeão, e ainda fora de casa, o resultado de empate foi muito bom. Principalmente porque nós conseguimos marcar bem o adversário, criar dificuldades, ora marcando mais alto, ora mais baixo. Acabamos encurtando o campo do Corinthians", analisou.

A semana, que tem sido complicada pelo atual momento gremista, foi tensa para os jogadores e o técnico, que se sentiu aliviado com as consequências no campo:"Foi uma semana tensa, mas foi uma semana focada no trabalho. Muito embora os resultados e as eliminações tenham sido dolorosas, não existia terra arrasada. Não havia espaço para mudanças completas, nem na estrutura do time (...) Foi para resgatar a confiança dos jogadores, mas acima de tudo montar a estratégia do jogo. Semana intensa, mas de muito trabalho", disse.

+Grêmio 2016: futebol moderno de Roger Machado torna Tricolor candidato ao título brasileiro

Miller Bolaños, que substituiu Douglas no time, também teve sua avaliação feita por Roger:"O Miller fica conosco mais no jogo contra o Flamengo (no próximo domingo), depois tem convocação para seleção. A conversa que tive com o Douglas, e eu sou muito direto com os jogadores por ter estado daquele lado, é que eu gostaria de promover a entrada do Miller atrás do centroavante, para mudar a característica daquela função.", afirmou.

Por fim, o técnico gremista avaliou o bom rendimento de sua equipe na defesa - setor que vem trazendo problemas para o time na temporada: "O Marcelo (Oliveira) vem resgatando o seu jogo. Hoje eu pedi que ele ficasse mais resguardado defensivamente para liberar mais o lado do Luan e, junto com o Giuliano, pudesse nos ajudar a conter investidas do Fagner, que é ponto forte do Corinthians. Fizemos jogo concentrado o tempo inteiro. Defensivamente, a gente foi forte", concluiu.

Grêmio e Corinthians ficaram no empate na Arena (Foto: Lucas Uebel/ Grêmio)
Grêmio e Corinthians ficaram no empate na Arena (Foto: Lucas Uebel/ Grêmio)