Grêmio bate Atlético-PR com gol de Pedro Rocha e aproxima-se do G-6

Tricolor vence a segunda seguida na competição e agora fica a apenas um ponto da Libertadores

Grêmio bate Atlético-PR com gol de Pedro Rocha e aproxima-se do G-6
Pedro Rocha comemora o único gol do jogo (Foto: André Ávila)
Grêmio
1 0
Atlético Paranaense
Grêmio: Bruno Grassi; Edilson, Geromel, Kannemann, Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Ramiro (Jaílson), Douglas (Lincoln); Pedro Rocha (Éverton) e Luan Técnico Renato Portaluppi
Atlético Paranaense: Weverton; Léo, Paulo André (Wanderson), Thiago Heleno, Renan Lodi; Otávio, Hernani, Lucho González, Matheus Rossetto (Guilherme), Marcos Guilherme (Juninho); Pablo Técnico Paulo Autuori
Placar: 1-0, 46' 1T, Pedro Rocha
ÁRBITRO: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE), auxiliado por Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE) Cartões Amarelos: Éverton e Luan; Weverton, Hernani e Juninho
INCIDENCIAS: Partida válida pela 30° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

O Tricolor está chegando! Na noite desta quinta-feira (13), o Grêmio conseguiu uma importante vitória na Série A do Campeonato Brasileiro. Pela 30° rodada, o Tricolor entrou em campo contra o Atlético-PR, e conquistou o triunfo com gol solitário do atacante Pedro Rocha.

Agora, o Tricolor é o sétimo colocado, com 46 pontos ganhos, ultrapassando justamente o Furacão, que consequentemente é oitavo com 45. No primeiro turno, o jogo, que acabou com o placar de 2 a 0 para o Rubro Negro, também foi decisivo na tabela da classificação.

Na próxima rodada, o Grêmio irá viajar até o litoral paulista para encarar o Santos (4°) na Vila Belmiro, enquanto o Atlético terá jogo decisivo contra o Coritiba (13°), no Durival Britto.

Grêmio amassa e consegue gol nos acréscimos

Nos primeiros minutos de jogo, já via-se uma superioridade do Tricolor, que tinha muito mais posse de bola e circulava a área do Furacão. Nas primeiras chances, o time chegava sem pontaria, com Luan Pedro Rocha errando na pontaria.

Com 19' no cronômetro, começou a pressão dos mandantes. Em primeiro lance, Edílson bateu para defesa em dois tempos de Weverton. Depois, Maicon quase marcou um golaço, arriscando de trás do meio de campo para tentar surpreender o arqueiro rubro-negro. E na terceira chance, Walace arriscou e quase mandou no ângulo.

O jogo começou a ficar mais duro, com muitas bolas perdidas no centro do campo. Mesmo assim, o Grêmio seguia pressionando, indo para o ataque aos 30', com Luan, que bateu forte da entrada da área para boa defesa de Weverton.

Em sua única chance no primeiro tempo, o Atlético chegou em cabeçada de Pablo, que mandou ao lado da meta defendida por Bruno Grassi

Já nos últimos minutos, o time da casa levou mais perigo, quando Pedro Rocha bateu para o gol e Ramiro, no rebote, chutou em cima de Weverton. Nos acréscimos, porém, a jogada inverteu-se, quando Ramiro bateu e o atacante aproveitou o rebote para marcar e levar o jogo para o intervalo com vantagem Tricolor.

Tricolor segue na pressão, mas não aumenta placar

Na volta dos vestiários, o jogo seguiu o mesmo. Logo aos 30 segundos, Luan já chegava perto da meta adversária, batendo colocado, à esquerda do gol. Pressionando muito, o Grêmio chegou novamente aos nove minutos, quando o mesmo Luan bateu falta e carimbou a trave adversária.

Apesar de levar sufoco, o Furacão jogava melhor do que na primeira etapa. Mesmo assim, a sorte não estava do lado do Rubro Negro, que perdeu o zagueiro Paulo André, que lesionou-se após divida aérea em ataque dos mandantes.

O time visitante só foi responder aos 29', quando Pablo cabeceou forte, novamente à direita do gol de Bruno Grassi.

Na última chance do jogo, Douglas bateu para o gol, e a bola sobrou para Luan, que tentou novamente, e ainda viu Éverton arriscar e errar no rebote, chutando em cima de Weverton. Depois disso, Lincoln e Éverton apenas seguraram a bola no ataque, para confirmar mais uma vitória do Tricolor no Campeonato Brasileiro.