Alex lança projeto social Super Gol em Porto Alegre: "É para todos, é algo humano"

Meio-campo colorado deu sessão de autógrafos para divulgação de seu projeto, que visa doação de agasalhos e contou também com presença de Valdívia e Índio no evento

Alex lança projeto social Super Gol em Porto Alegre: "É para todos, é algo humano"
Craque dentro de campo deixa sua marca fora dele (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

Alex, conhecido pelo chute potente a média e longa distância, acaba de fazer mais um belo gol, dessa vez vestindo a camisa da solidariedade. O projeto Super Gol visa a arrecadação de roupas através de doações para instituições de caridade.

Mensalmente, Alex visitará também escolas carentes, doará camisas e promoverá diversas ações para arrecadar roupas e brinquedos. Com o lema "O calor entra em campo", a campanha teve início em uma sessão de autógrafos na Paqueta Esportes do Shopping Praia de Belas. Antes de atender a fila com numerosos torcedores ou somente admiradores do atleta que ansiavam por um momento com o ídolo, Alex concedeu uma entrevista coletiva para a imprensa presente.

O camisa 12 colorado ressaltou a importância de ajudar os necessitados: "Nós não precisamos de um evento como esse para ajudar quem precisa, podemos ajudar no nosso bairro, onde pessoas próximas precisam. Esse evento não leva a cor de um clube, é para todos, é algo humano", frizou Alex.

Quando questionado sobre o que o levou a construir o projeto Super GolAlex relatou um capítulo em especial que o motivou: "Ano passado fui visitar uma escola na Restinga, a princípio pra gravar só  uma matéria, mas sai de lá mexido, a partir daí nasceu essa ideia, com a intenção de diminuir a desigualdade social." "Temos a oportunidade de mudar essa realidade, basta querer e oportunizar a mudança."

Alex falou também de seus companheiros de vestiário: "Fiz questão de destacar o projeto e foi muito bem aceito, aqui está o Valdívia que também tem seu projeto relacionado ao futebol no Mato Grosso, outros não puderam estar aqui hoje mas já se comprometeram a doar alguns cobertores."

Alex respondeu quando perguntado sobre o motivo pelo qual escolheu o Rio Grande do Sul para iniciar a ação social: "O Rio Grande do Sul me oportunizou começar o projeto, ja estou a muitos anos aqui e é aqui que provavelmente vou viver após encerrar minha carreira daqui quatro ou cinco anos. Tenho intenção de levar o projeto para o Paraná também". 

Ao final da entrevista a Paqueta Esportes, parceira do projeto doou 50 cobertores. 

Depois disso, foi o momento dos fãs do meio-campo terem seu momento. Uma grande fila esperava o autógrafo e a foto com Alex Valdivia, e cada um que tirava a foto, antes já tinha doado um agasalho em prol da causa de Alex. Esse era o único critério a ser atendido para ter o direito a foto.

Para a surpresa dos torcedores, o ex-zagueiro Índio foi mais um a abrilhantar a noite dos colorados presente. As doações continuam em qualquer loja da Paqueta Esportes em Porto Alegre.