Após protestos, Internacional faz novo treinamento antes de viagem a Santos

Celso Roth comandou treino no Parque Gigante sem maior presença de torcedores; Vários titulares serão poupados para quarta-feira (28)

Após protestos, Internacional faz novo treinamento antes de viagem a Santos
Foto: Divulgação / Internacional

Após uma segunda-feira (26) repleta de protestos, que começaram já no desembarque do aeroporto, uma tarde tensa, quando a torcida chegou a colocar fogo em vegetação próxima ao CT, e terminou à noite com pichação em muros de prédios onde moram ou trabalham alguns integrandes da cúpula colorada, a manhã de terça-feira foi com a presença da polícia no Parque Gigante, na espera que ocorresse novos protestos. Mas apenas quatro torcedores compareceram no decorrer dos treinos, o que deu um pouco de tranquilidade para Celso Roth realizar o treino antes da viajem para Santos.

A equipe que treinou com colete nesta manhã provavelmente deverá começar a partida na quarta. Destaque para uma nova estreia no colorado: o zagueiro uruguaio Rak, de apenas 23 anos, treinou entre os 11 titulares, porém improvisado na lateral. A equipe de coletes era formada por Rak, Ernando, Eduardo e Artur; Fabinho, Bob, Eduardo Henrique, Valdívia e Seijas; Nico López. Enquanto treinavam, William e Danilo Fernandes trabalham à parte, porém o arqueiro colorado deverá entrar como titular, Dourado será preservado para a partida de sábado, onde o próprio presidente do Internacional ressaltou ser a prioridade.

Já próximo do fim dos treinamentos ouve um pequeno susto com Nico e Andrigo, após se chocarem em um lance, os dois pemaneceram caídos por alguns minutos, mas após atendimento voltaram a treinar normalmente. Com o decorrer do tempo também apareceram quatro torcedores, que começaram a gritar palavras como "mercenários". O alvo deles era o zagueiro Paulão e o meia Anderson. Quem também está muito pressionado pela torcida e até mesmo pela direção colorada é Roth. Na noite de segunda-feira, após reunião do Conselho Deliberativo do clube, Vitório Piffero disse que futebol é resultado e não garante a permanência do treinador colorado no caso de novo revés no interior de São Paulo.

O Internacional segue com sua interminável crise e viaja nessa tarde para São Paulo, quando na quarta-feira, às 19h15 ,encara o Santos na Vila Belmiro, jogo válido pelas quartas de finais da Copa do Brasil. No próximo sábado, o Colorado tem um confronto direto na luta contra o rebaixamento, em que recebe o Figueirense. Para essa partida, a direção do clube preparou uma promoção de ingressos, em que qualquer torcedor pagará apenas R$ 10,00.