Piffero desabafa sobre situação do Internacional: "Enquanto tiver esperanças, lutaremos"

Emocionados, goleiro Danilo Fernandes e presidente Vitorio Piffero desabafaram sobre partida contra o Corinthians, que deixou Colorado ainda mais perto de ser rebaixado para Série B

Piffero desabafa sobre situação do Internacional: "Enquanto tiver esperanças, lutaremos"
(Foto: Divulgação/S.C Internacional)

Nesta noite de segunda-feira (21), o Internacional foi até São Paulo para enfrentar o Corinthians, que venceu a partida por 1 a 0, com gol de pênalti de Marlone.

A partida, que mais parecia ser o refúgio dos colorados, mais uma das noites marcantes (de forma negativa) na história do Sport Club Internacional. Com a derrota desta oportunidade, o Colorado está mais perto da segunda divisão de uma forma jamais antes vista pelo clube

Após o jogo, o meia Seijas comentou sobre a partida e alfinetou a arbitragem: "O juiz atrapalhou o nosso trabalho." O venezuelano se referiu ao lance de pênalti marcado pelo árbitro a favor do Corinthians, que foi de decisão muito questionada e duvidosa.

O lateral-direito William também comentou sobre a partida: "É complicado. Temos que jogar contra todo mundo. É uma sacanagem o que fazem com a gente", concluiu.

Visivelmente emocionado, o goleiro Danilo Fernandes comentou sobre a partida e sobre a posição dos jogadores em campo: "A gente nao ganha nem em casa. Fico feliz com a atuação de hoje. Temos que nos doar mais dentro de campo. Não sei explicar o que está acontecendo. Precisamos ser mais homens, mais fortes. Isso daí parece time juvenil. Estamos colhendo o que plantamos", destacou.

O desabafo de Piffero

Presidente do Internacional, Vitorio Piffero mostrou sua indignação sobre a arbitragem da partida: "Nós fomos garfados pela arbitragem, mais uma vez, em 2005 foi assim e em 2009 também foi. Eu estou revoltado! Esse árbitro criou um pênalti que não existiu."

Ao ser questionado sobre a rivalidade entre Inter e Corinthians, Piffero destacou: "Na verdade, a rivalidade é entre Inter e CBF. A rivalidade que vocês (imprensa) me apontam é entre Inter, Corinthians e CBF", acrescentou o presidente.

Sobre as expectativas do time, Piffero declarou: "Hoje, nos tiraram pelo menos um ponto. Mas agora vamos torcer para que os outros times tropecem e aposto muito na nossa torcida para o próximo jogo. Domingo que vem (27) acredito que os torcedores vão ir ao Beira-Rio, vão apoiar o time e vão lotar o nosso estádio. Enquanto tiver esperanças, nós lutaremos", finalizou Vitorio Piffero.

Para escapar do rebaixamento, o Inter precisa ganhar do Cruzeiro no domingo (27) e torcer para que o Vitória não ganhe ou empate contra o Coritiba. Em caso de derrota para o Cruzeiro e empate do Vitória contra o Coxa, o Internacional decreta o rebaixamento para a Série B 2017. O próximo desafio é contra o Cruzeiro, no estádio Beira-Rio, no domingo (27).