Lisca comenta sobre vitória e agradece torcida: "Vamos sair dessa"

Danilo Fernandes, direção colorada e Lisca comentaram sobre a vitória importante diante do Cruzeiro e comentaram sobre a última partida contra o Fluminense fora de casa

Lisca comenta sobre vitória e agradece torcida: "Vamos sair dessa"
(Foto: Divulgação/S.C Internacional)

Neste domingo (27) o Internacional enfrentou o Cruzeiro pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, onde venceu a Raposa por 1 a 0 e se mantém vivo na briga contra o rebaixamento.

Um jogo em que todas as esperanças dos torcedores e dos jogadores colorados estavam sendo impostas dentro de campo. Talvez o confronto mais decisivo da história do Internacional até agora. O Colorado venceu o Cruzeiro com gol de Valdívia e se mantém vivo no Campeonato com 42 pontos e na 17ª colocação da tabela.

O goleiro Danilo Fernandes, ídolo da torcida colorada, comentou sobre a partida ainda muito emocionado: "Nada é impossível para nós. Nada é impossível para essa camisa que é pesada e que é gigante."

A direção e a esperança

O vice-presidente de futebol do Internacional, Fernando Carvalho, comentou sobre a vitória diante do Cruzeiro e também sobre a partida de Vitória e Coritiba, que influenciará na história do Inter. "Embora sem fazer um grande jogo, equipe teve entrega e disposição. Jogadores estão entregues. Valeu pela garra, entrega e determinação que os jogadores tiveram. Tenho certeza que o Coritiba vai fazer de tudo para vencer, o Figueirense também", declarou.

O técnico Lisca, que finalizou seu segundo jogo pelo Internacional, comentou sobre a partida e sobre a vitória, muito exaltado e emocionado: "Parabéns torcedor Colorado, nós vamos sair dessa e essa vai ser por vocês. Nunca na minha vida eu tinha visto uma coisa dessas. Um jogador fazer um gol e cinco jogadores cairem no gramado chorando. Nunca, isso que sao 20 anos de carreira. Estão todos emlcionados, e vou ter que tratar muito isso, hein?!".

Lisca ainda comentou sobre a partida diante do Fluminense. "Mostrei pra eles o que eu passei com o Ceará. Mostrei a festa que fizemos lá. Vamos ver se vamos escrever história aqui também. Estou trabalhando muito o psicológico dos atletas. Foi uma vitória de todos, o ponto que perdemos contra o Corinthians poderia ser decisivo, eu posso reclamar", declarou o técnico colorado.

Sobre ter um reforço a menos em campo contra o Fluminense, Luis Carlos falou sobre a ausência de Seijas por ter levado o segundo cartão amarelo: "É injusto dizer que Seijas jogou mal, todos sentiram o jogo, Valdívia foi a estrela, mas todos sentiram".

No meio do segundo tempo, quase fechando 25 minutos, um drone em formato de fantasma com a letra 'B' escrita em vermelho no meio, sobrevoou o estádio Beira-Rio. O técnico Lisca ainda comentou sobre a possível "brincadeira" do lado gremista. "Sobre o drone, isso é do jogo. A diferença é que o lado azul foi duas vezes e o lado vermelho não foi nenhuma (sobre a série B). Enquanto as brincadeiras forem saudáveis vai ser bom.  É isso que faz o nosso futebol aqui. Estamos em um estado onde só tem azul e vermelho. Um não vive sem o outro, apesar da rivalidade, um não vive sem o outro e é assim." declarou.

Claramente nervoso dentro de campo e com alguns momentos de explosão, o comandante colorado comentou sobre passar tranquilidade aos jogadores: "Agora não é a hora de passar pilha e sim hora de passar tranquilidade. Agora é um momento de se aproximar das esposas e das famílias, sem noitinha, sem jantarzinhos, sem nada. Agora é só Fluminense até domingo".

O Internacional enfrenta um tabu de seis meses sem vencer fora de casa. Desta forma, Lisca comentou sobre a pressão que o time enfrentará no Rio de Janeiro: "Se a gente pensar em tabu, nem vamos ao Rio. Ora, se não vencemos fora de casa há 6 meses, está na hora de vencer! E tem que ser agora, porque estamos na última rodada e se não foi antes vai ter que ser agora. Com muito respeito ao Fluminense, mas nós vamos ir pra quebrar esse tabu".

O último jogo do Inter pelo Campeonato Brasileiro 2016 será contra o Fluminense, no próximo domingo (4), às 17h, no Estádio Maracanã. O Internacional tem obrigação de vencer caso queira permanecer na elite do futebol brasileiro.