Joinville 2016: reestruturação para retornar à elite após um duro rebaixamento

Coelho espera alcançar o bicampeonato e voltar para a elite do Brasileirão

Joinville 2016: reestruturação para retornar à elite após um duro rebaixamento
Depois de ser o lanterna da Série A, Joinville deseja recuperar o acesso Série B 2016

O Joinville Esporte Clube vem para a Série B 2016 como um dos favoritos para o acesso. Rebaixado da Série A 2015, a equipe traz para a competição grande experiência e um elenco competitivo, que pode dar o bicampeonato aos tricolores.

O JEC estreia na Série B no sábado, 14 de maio, contra o Luverdense, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde-MT. A bola rola às 16h (horário de Brasília). O Coelho estreia em casa pela segunda rodada, no dia 20 de maio (sexta-feira), em clássico contra o Criciúma.

Na Série A de 2015, seis das sete vitórias da equipe foram em seu estádio, a Arena Joinville. O outro tento foi ainda em Santa Catarina, mas no Orlando Scarpelli, onde bateu o rival Figueirense por 2 a 0.

Início de temporada

A temporada 2016 tem sido boa para o JEC. Apesar de um primeiro turno fraco no estadual, ocupando apenas a 8ª colocação, 15 pontos atrás do primeiro lugar, a equipe se recuperou no segundo turno e chegou à final contra a Chapecoense. As decisões acontecem nos dias primeiro e oito de maio.

Na final pelo terceiro ano seguido, o tricolor vem atrás de um título que não conquista desde 2001. Em 2013 e 2014 acabou sendo vice-campeão para o Figueirense, mas agora acredita no seu elenco para alcançar seu décimo terceiro título estadual.

Já na Copa do Brasil, os catarinenses empataram em 1 a 1 no jogo de ida com o Comercial do Mato Grosso do Sul e agora decidem a vaga em sua Arena, no dia quatro de maio.

JEC decide o Catarinense contra a Chapecoense (Foto: Divulgação/JEC)
JEC decide o Catarinense contra a Chapecoense (Foto: Divulgação/JEC)

Temporada passada

Depois de ser campeão da Série B de 2014, o Joinville acabou sendo rebaixado na Série A de 2015, terminando a competição como lanterna. Com 31 pontos de 114 disputados, e apenas 7 vitórias em 38 jogos (foram 21 derrotas), o Coelho foi rebaixado matematicamente a duas rodadas do fim.

O rebaixamento foi decretado na 36ª rodada, dentro de casa, contra o Vasco. Na ocasião, as duas equipes lutavam contra a lanterna da competição, mas o Vasco saiu melhor e bateu o tricolor na Arena Joinville por 2 a 1.

JEC acabou sendo rebaixado pelo Vasco (Foto: Divulgação/JEC)
JEC acabou sendo rebaixado pelo Vasco (Foto: Divulgação/JEC)

Destaque

O destaque do Coelho fica na parte de trás da equipe. Bruno Aguiar é o xerife da zaga tricolor e, curiosamente, é também o artilheiro da equipe no Campeonato Catarinense. Capitão absoluto, Bruno passa tranquilidade para os torcedores com sua liderança e segurança dentro de campo, além, é claro, dos gols marcados.

Sobre a atual fase, Bruno diz não ter "projetado ser artilheiro". Além disso, afirmou estar muito motivado para buscar o título: "É um objetivo que tenho. Preciso também alcançar os 100 jogos", disse ele.

Bruno Aguiar (Foto: Divulgação/JEC)
Bruno Aguiar (Foto: Divulgação/JEC)

Treinador

Hemerson Maria vem à frente do Joinva nesta temporada. Após passagem vitoriosa entre 2014 e 2015, com 87 partidas e o título da Série B, o treinador voltou à comissão tricolor em fevereiro e já chegou à decisão do estadual.

Com 100 partidas no comando do Coelho recém-alcançadas, Hemerson é o quarto treinador com mais jogos pelo Joinville e espera poder contar, além do seu conhecimento do clube, com o apoio da torcida para levar o JEC de volta à Série A.

"Não quero assustar, mas virá muita emoção. Isso tudo com muito trabalho, dedicação e entrega dos atletas. Com o apoio da torcida, que é a número 1, vamos passar por esta fase e colocar o Joinville na Série A novamente".

Hemerson Maria (Foto: Divulgação/JEC)
Hemerson Maria (Foto: Divulgação/JEC)