Bruno Aguiar comenta vice-campeonato do Joinville: "Erguer a cabeça que temos mais objetivos"

Defensor falou sobre estadual, em que Tricolor do norte ficou em segundo lugar; Técnico Hermerson Maria também projeta Série B do Brasileirão

Bruno Aguiar comenta vice-campeonato do Joinville: "Erguer a cabeça que temos mais objetivos"
Foto: Divulgação / Joinville

O Joinville não conseguiu conquistar o Campeonato Catarinense 2016. Após vencer o segundo turno, a grande final apontou a Chapecoense como vencedora no somatório dos dois jogos. No norte do estado, deu Chape e neste domingo (8), o empate em 1 a 1 em Chapecó confirmou a taça ao Alviverde.

O defensor e uma das referências da equipe de Joinville, Bruno Aguiar comentou o desempenho do JEC na decisão. O jogo de volta foi considerado de muita dificuldade pelo gramado castigado por fortes chuvas no oeste catarinense. "Jogo foi complicado no início, muitas poças no campo".

Bruno destacou a campanha de recuperação do time no segundo turno e projeta resultados ainda para 2016: "Chegamos à final, a terceira consecutiva. Vamos erguer a cabeça que temos mais objetivos", prosseguiu, já pensando na Série B do Campeonato Brasileiro, competição da qual o clube foi campeão em 2014. Se o título estadual não vem desde 2001, o nacional serviu como conquista ao clube e torcedores.

Questionado se o desempenho geral deve ser celebrado, Bruno Aguiar raciocinou da seguinte forma: "Não digo comemorado, mas serve de exemplo que a gente se recuperou. Agora é como eu disse, é trabalhar. A Chapecoense mereceu", concluiu o capitão.

O técnico Hemerson Maria foi o último a falar com a imprensa e também não fez terra arrasada pela derrota na final do campeonato estadual.

"Independente do resultado, o time está em boas mãos. A Chapecoense mereceu, o Joinville lutou bastante. Se for ver durante o campeonato, nós empatamos duas contra eles, e perdemos uma, justo no jogo que não podíamos perder. A ferida permanece aberta. Mas temos competições ao longo do ano para buscar nossos objetivos. Agradecer ao torcedor que esteve conosco em Chapecó", disse o treinador do Tricolor do norte catarinense.