Após estreia vitoriosa, Lisca planeja crescimento do Joinville: "Trabalho não vai faltar"

Com comandante novo, o JEC voltou a vencer no campeonato diante de sua torcida, e deu primeiro passo no novo projeto de sair da zona de sufoco

Após estreia vitoriosa, Lisca planeja crescimento do Joinville: "Trabalho não vai faltar"
Foto: (Divulgação / Joinville)

Na estreia do técnico Lisca, o Joinville jogou em casa e voltou a vencer neste sábado (9). Pela 15ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro, com gols do meia Carlos Alberto, o JEC derrotou o Sampaio Corrêa por 2 a 0 depois de uma sequência de quatro derrotas. O time de Santa Catarina somou 14 pontos, mas mesmo assim ainda integra a zona de rebaixamento da segundona.

Após seu começo com vitória vestindo a camiseta do tricolor catarinense, o técnico Lisca avaliou o desempenho da sua equipe. Contente com o resultado na Arena Joinville, o comandante concedeu entrevista coletiva e ressaltou a expectativa de crescimento do time no restante da série B.

O importante era vencer, a confiança estava baixa. Chegamos ao estádio com a torcida reclamando, fiquei triste. O mais importante é que temos muito a melhorar. Estou conhecendo o grupo, e o grupo a mim. Temos de adaptar ao trabalho, podemos ter um time mais consistente e dinâmico. Temos o que melhorar, a crescer”, declarou o treinador.

Sobre a cobrança da torcida para que os resultados positivos voltassem a acontecer, o técnico destacou que os atletas estavam ansiosos devido a pressão que carregavam: “Os jogadores estavam receosos pelo que já ocorreu antes do jogo. A sociedade valoriza apenas quem ganha. Trabalhamos para não relaxar e não sofrer gol para não ocorrer incerteza. Estamos buscando a confiança. Estamos a um ponto para sair da zona. Isso nos vai dar confiança. Vamos dar um passo forte. O grupo vai fechar, tem jeito. Trabalho não vai faltar”.

Lisca ficou satisfeito com o empenho de seus jogadores e projetou a evolução que o tricolor pode obter: “Levamos de bom a entrega, o resultado, a consistência, a bola parada defensiva. Mas o mais importante é termos muito a que evoluir. Temos potencial para melhoria”.

O Joinville agora enfrenta o Bragantino, que é o primeiro time da zona da degola, no próximo sábado (16), às 21h no estádio Nabi Abi Chedid, o Nabizão, em São Paulo.