Lisca critica arbitragem após empate diante do Luverdense: "Gostaria que errassem menos"

Joinville empata com Luverdense em casa e permanece na vice-lanterna do Campeonato Brasileiro Série B

Lisca critica arbitragem após empate diante do Luverdense: "Gostaria que errassem menos"
(Foto:Divulgação/JEC)

Na noite desta sexta-feira (19), pela estreia do returno do Campeonato Brasileiro Série B, o Joinville recebeu o Luverdense, onde a partida acabou empatada em 1 a 1 com gols de Jael pelo JEC e de Sérgio Mota para o LEC.

A crise do JEC não tem fim. Mesmo sai do na frente durante a partida, com gol de Jael, o Luverdense empatou o jogo aos 32' do segundo tempo, fazendo o Joinville permancer na vice-lanterna do Campeonato com 18 pontos e a três partidas sem vencer.

O técnico Lisca desabafou sobre a arbitragem em sua coletiva de imprensa, após um polêmico lance em cima de Heliardo, onde o comandante do JEC acha que foi pênalti: "Nos outros dois jogos eu não falei, estou administrando, mas o quarto árbitro disse que foi pênalti. Ele falou para nós: "Foi pênalti". E ele estava com a comunicação, não sei porquê não avisou. No jogo contra o Vila encontramos os três árbitros no aeroporto, e os três falaram que foi fora da área (pênalti contra o JEC). Foi mais doído ainda e é pior ainda. O Joinville começou uma recuperação, fez duas vitórias, uma derrota. E, a partir daí, a arbitragem está influenciando demais nossos jogos dentro de casa. Acabei de ver, foi claríssimo. O Heliardo era para sair, de repente, como herói do jogo, mas saiu criticado, pois depois se abateu um pouco, errou..."

Sobre os pontos positivos e os pontos negativos do time, o técnico Lisca declarou: "De positivo temos o primeiro tempo. Foi bem controlado, boas situações, boas movimentações do Giva, do Jael, boa participação do Bruno Farias, teve perna. No segundo tempo, viemos um pouco para trás, postura do Luverdense, isso não me agradou, principalmente, o Naldo e o Kadu. Insistimos com eles para sair mais, trabalharem na marcação. Ele (Júnior Rocha) foi botando, botou o Macena, o Tozin e foi botando. Na insistência, acabou achando o gol. Não gostei da postura final de ir para trás. Automaticamente ficamos mais acuados."

Lisca comentou por último, o que espera para as próximas partidas: "O que eu gostaria, já falei para o clube, é que viesse árbitros CBF-1 ou aspirante Fifa. Aqui dentro da nossa casa é o segundo lance que acontece. Hoje, foi muito claro, todo mundo viu. Não sei o que se pode fazer para ter a arbitragem de mais qualidade, isso tem que perguntar para a diretoria. Eu gostaria que a arbitragem fosse imparcial. Gostaria que a arbitragem errasse menos." 

A próxima partida do Joinville será contra o Criciúma, no sábado (27), às 16h.