Estreante Ramon Menezes demonstra otimismo apesar de derrota no clássico Catarinense

Torcida do Joinville protesta no final da partida

Estreante Ramon Menezes demonstra otimismo apesar de derrota no clássico Catarinense
(Foto: Divulgação / Joinville Esporte Clube)

O Joinville voltou a perder em casa pela Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta sexta-feira o adversário do JEC foi o Avaí, que marcou um gol com o atacante Romulo ainda no primeiro tempo. O resultado afundou ainda mais a equipe Tricolor no Z4 da competição.

O jogo foi marcado pela estreia de Ramon Menezes no comando do JEC. Apesar da derrota no clássico, o novo treinador demonstrou otimismo e disse que a equipe vai seguir na luta para permanecer na Série B do Brasileirão:

“Esperávamos uma grande dificuldade. Acredito que estivemos organizados em campo, mas tomamos um gol. Voltamos melhor no segundo tempo. Ao meu entender, o pessoal que entrou foi bem, houve uma mudança tática no time. Tivemos posse e finalizamos mais. Falei após o jogo para levantarem a cabeça e continuarem trabalhando [...] Acredito que tivemos uma pequena desorganização, justamente no período em que sofremos o gol”. No segundo tempo acredito que tenhamos jogado um bom futebol. Precisamos fazer o gol. Finalizamos mais que ao adversário”, analisou o novo treinador.

A situação do Joinville dentro da Série B não é boa, já são seis jogos sem vencer na competição e com isso o time é o vice-lanterna do campeonato. A partida foi paralisada perto do apito final por conta de uma confusão na torcida do JEC. Diversos rojões foram arremessados no gramado da Arena Joinville e alguns torcedores tentaram invadir. A Polícia Militar teve que agir para conter os protestos. O goleiro Jhonatan, do Joinville, falou sobre a situação no final da partida:

“É triste essa situação. Quer nos cobrar, tudo bem, mas não precisava disso, você coloca em risco a vida de alguém. Mas graças a Deus não aconteceu nada. Quem sai prejudicado é o torcedor, alguns vão ter que pagar”, desabafou Jhonatan.

O Advogado do JEC, Leonardo Roesler, também comentou sobre os manifestos da torcida, confira:

“É o pior de todos os cenários, bem complicado, rojão, tentativa de invasão, paralisação... é esperar depois da partida para ver o que vão colocar na súmula para a gente ver o que fica na documentação. É evidente o prejuízo”, concluiu Leonardo.

Com mais essa derrota o Joinville permanece na zona de rebaixamento da Série B. Com 24 pontos ganhos até aqui é o 19º colocado. O Tricolor volta a campo na próxima terça-feira (27), quando fora de casa enfrenta o Atlético-GO às 19h15 no estádio Olímpico (GO).