Na luta contra rebaixamento, JEC e Paraná se enfrentam na Arena Joinville

Paranistas estão seis pontos distante do tenebroso Z-4, enquanto Tricolor catarinense, está sete pontos abaixo do primeiro time fora e precisa urgentemente da vitória

Joinville
Paraná Clube
Joinville: Jhonatan; Reginaldo, Rafael Donato, Ligger e Fernandinho; Naldo (Robertinho), Tinga, Erick Luís, Fernando Viana (Aldair) e Carlos Alberto; Jael. Técnico: Ramon Menezes.
Paraná Clube: Wendell; Lucas Taylor (Jhonny), João Paulo, Alisson e Rafael Carioca; Wellington Reis, Anderson Uchoa, Nadson e Murilo Rangel; Lúcio Flávio e Guilherme Queiróz (Nubio Flávio). Técnico: Roberto Fernandes.
ÁRBITRO: Cláudio Francisco Lima e Silva. Assistentes: Ailton Farias da Silva e Daniel Vidal Pimentel.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 31ª rodada do campeonato brasileiro da série B 2016, a ser realizado na Arena Joinville, em Joinville (SC); a partida começa às 16h

Faltando oito rodadas para o fim, o destino reservou realidades que certamente não eram desejadas por Joinville e Paraná Clube nesta Série B. A possibilidade de rebaixamento amendronta até o torcedor mais fanático de qualquer uma das equipes.

O ano de 2016 certamente não foi um bom ano tanto para o Tricolor Catarinense quanto para o Tricolor Paranista, mas ficar lamentando agora não vai ajudar em nada, a única coisa que auxiliará na fuga do Z-4 será computar os três pontos na tabela no duelo de logo mais. No primeiro turno, o Paraná venceu o Joinville no Durival de Britto por 1 a 0, com gol de Jhonatan.

É agora ou nunca; JEC precisa voltar a vencer

Nove jogos sem vencer na competição, sete jogos sem vencer em casa, números assustadores para um time que precisa reencontrar o caminho das vitórias, ou melhor, que já precisava ter vencido algumas partidas, mas que ainda encontra dificuldades para furar a meta adversária e sair com os três pontos.

Joinville perde um mando de campo e vai pagar multa por incidentes em jogo contra Avaí

Na última partida, contra o Paysandu, pelo menos quatro boas chances foram criadas a favor do Tricolor, chances claríssimas de gol, mas a falta de capricho na finalização fez com que o 0 a 0 no placar se mantivesse. O Joinville, apesar de ter feito uma boa partida, precisa começar a computar os três pontos na tabela.

Apesar de não ter conquistado a sua primeira vitória a frente do JEC, o técnico Ramon Menezes diz que as recentes "pancadas" que o time tem tomado faz o grupo extrair algo positivo. "Eu acho que isso está nos fortalecendo, o próprio momento e o que os jogadores têm feito em campo. Isso nos fortalece e dá esperança de que as coisas vão melhorar"

Sobre quem vai iniciar a partida, o técnico ainda não cravou os titulares para o duelo contra o Paraná. "Ainda não defini, tenho algumas opções, tem o Claudinho. O Viana entrou bem, tem nos ajudado, sabe fazer o lado do campo, está pronto. O Aldair também tem entrado, mas mais por dentro. Vamos analisar".

Seis pontos distante do Z-4, Paraná quer manter essa distância ou até aumentar

Vindo de um sonoro 5 a 3 contra o CRB em casa, o Tricolor Paranista vai descer a Serra Dona Francisca (tradicional no trajeto Paraná-Joinville) em busca de voltar a sua terra com os três pontos, e consequenteme afundar mais ainda o Coelho no Z-4.

Mas a missão não vai ser nada fácil, pois além de ter cinco desfalques para a partida (Marcos, Diego Tavares, Pitty, Leandro Silva e Fernando Karanga), vai enfrentar um time que precisa a qualquer custo vencer.

Antes da vitória contra o CRB, a desconfiança era uma palavra que rodeava instensamente o Ninho da Gralha (CT do Paraná), mas após o triunfo frente ao clube alagoano, o clima mudou da água para o vinho, foi o que disse o volante Lucas Otávio.

 "O time vinha de cinco derrotas seguidas, o que mexe bastante com a confiança do grupo. A vitória sobre o CRB mostrou que temos qualidade e podemos melhorar bastante nossa situação na tabela do campeonato. É com esse espírito que vamos enfrentar o Joinville no sábado", destacou.