Joinville vence Vila Nova, mas encara segundo rebaixamento seguido e jogará Série C em 2017

JEC fez sua parte e derrota Vila por 4 a 2, mas resultados paralelos rebaixam Coelho

Joinville vence Vila Nova, mas encara segundo rebaixamento seguido e jogará Série C em 2017
Fonte: Divulgação/-Joinville EC
Joinville
4 2
Vila Nova
Joinville: Jhonatan; Everton Silva, Danrlei, Ligger, Fernandinho; Naldo (Aldair), Tinga, Kadu (Erick Luis); Juninho (Paulinho Dias), Jael e Fernando Viana. Técnico: Ramon
Vila Nova: Wagner; Reniê, Guilherme T. e Reginaldo; Magno (Mateus Anderson), Caíque, Geovane, Simião, Aloísio (Marcelo Cordeiro) e Patrick (Vandinho); Joãozinho. Técnico: Guilherme Alves
Placar: 1-0, min 39, Jael. 2-0, Min. 71, Tinga. 2-1, min. 78, Vandinho. 2-2, min. 83, Caíque. 3-2, min. 89, Fernando Viana. 4-2, min. 90+1, Aldair.
ÁRBITRO: Jailson Macedo Freitas (BA), auxiliado por Luiz Cláudio Ragazone (RJ) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA). Amarelos: Kadu (JEC); Geovane, Marcelo Cordeiro, Caíque (VIL). Vermelho: Geovane (VIL)
INCIDENCIAS: 38ª Rodada do Campeonato Brasileiro Série B, Arena Joinville. Jogo realizado com portões fechados.

A tarde tarde deste sábado (26) foi melancólica no interior catarinense. Jogando em casa, mas com portões fechados devido a punição que a equipe sofreu após confusão no jogo diante do Avaí, o Joiville encerrou sua participação na Série B em 2016 com uma vitória diante do Vila Nova por 4 a 2, mesmo assim, a equipe de Santa Catarina foi rebaixada, pois o Oeste venceu o Naútico no Recife.

O JEC termina a competição na 17ª posição com 40 pontos e jogará a Série C do Campeonato Brasileiro em 2017, o segundo rebaixamento seguido do time, que jogou a Série A em 2015. O Vila Nova termina o campeonato em 12º lugar com 53 pontos e permanece na segunda divisão.

A partida começou nervosa. Precisando da vitória, o Joinville tentou tomar a iniciativa da partida, mas pecava no nervosismo. Porém aos 16 minutos o volante Geovane mudou o rumo da partida após sofrer o segundo cartão amarelo e ser expulso.

Com um a mais em campo o Coelho começou a criar oportunidades, Jael e Caíque (contra) quase abriram o placar. O gol tricolor só saiu aos 39 minutos com Jael, a atacante aproveitou o cruzamento de Fernando Viana para abrir o placar.

A segunda etapa foi muito movimentada. Logo aos 8 minutos, o JEC saiu em velocidade, e Jael quase marcou parando em Wagner Bueno. Aos 17 minutos, o Vila Nova assustou com Caíque que arriscou de fora da área e acertou a trave.

Os gols começaram a sair aos 26 minutos, Tinga recebeu livre, driblou o goleiro Wagner e ampliou o placar para 2 a 0. Apesar da enorme vantagem no placar e ter um jogador a mais em campo, o Joinville acabou sofrendo o empate em dois lances muito parecidos. Aos 33 minutos, o time goiano lançou a bola na área, após falta no meio de campo, a zaga do JEC não conseguiu afastar e Vandinho livre fuzilou.

Aos 37 minutos, em outra falta do meio de campo em que a bola foi lançada na área, Caíque livre de cabeça empatou a partida. Apesar de sofrer o empate e saber que o Oeste vencia a outra partida, os jogadores do JEC conseguiram ter forças para buscar a vitória. Aos 44 minutos, Jael adeu lindo passe para Fernando Viana, que com categoria bate na saída de Wagner Bueno. Aos 46 minutos Aldair livre no meio da área fez o último gol do JEC na Série B e concretizou a vitória por 4 a 2, insuficiente para a manutenção do time catarinense na Série B.