Náutico faz dever de casa vencendo Luverdense com gol contra e encosta no G-4

Timbu continua sem apresentar bom futebol, mas reencontra caminho das vitórias após quatro rodadas e volta a colar no grupo de acesso à elite do futebol nacional

Náutico faz dever de casa vencendo Luverdense com gol contra e encosta no G-4
Foto: Léo Lemos/Náutico
Náutico
1 0
Luverdense
Náutico: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Matheus Muller (Ygor, intervalo); Gastón, Renan Oliveira, Rony, Bergson e Jefferson Nem (João Ananias, min 82); Tiago Adan (Hugo, min 59). Técnico: Alexandre Gallo.
Luverdense: Gabriel Leite; Raul Prata, Everton, Wallace e Marlon; Kazu (Erik, intervalo), Ricardo, Da Mata e Sérgio Mota (Romarinho, intervalo); Hugo (Tozin, 70) e Rafael Silva. Técnico: Junior Rocha.
Placar: 1-0, Wallace (contra), min 39;
ÁRBITRO: Alisson Sidnei Furtado (TO), auxiliado por Natal da Silva Ramos Junior (TO) e José Maria de Lucena Netto (PB). Cartão amarelo: Erik (Luverdense).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 13ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, disputada na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, Pernambuco. Público: 3.274. Renda: R$ 44.085,00.

O Náutico entrou em campo pressionado pelos resultados negativos das últimas rodadas. O confronto desta noite de terça-feira (28) contra o Luverdense, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, Pernambuco, era de suma importância para o Timbu não se distanciar do G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro e evitar uma grande desconfiança por parte da torcida. Os alvirrubros ficaram devendo um bom futebol, mas conseguiram fazer o suficiente para sair de campo com a vitória pelo placar mínimo, oriunda de um gol contra. Wallace foi o responsável por balançar as redes em favor do alvirrubro.

Com o resultado desta noite, o Náutico voltou a encostar no grupo de acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. O Timbu agora soma 21 pontos e está na quinta colocação, um ponto atrás do primeiro time que abre o G-4 da competição nacional, o CRB, que tem 22 pontos. Já o Luverdense, que teve a série de cinco jogos sem derrotas encerradas, caiu para a oitava posição, com 20 pontos.

A 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro será realizada no próximo final de semana. O Náutico vai entrar em campo no sábado (2), às 16h00, para fazer um duelo com o Atlético-GO, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, Goiás. Já o Luverdense terá pela frente, no mesmo dia e horário, um confronto com o Oeste, no estádio Passos das Emas, em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso.

Náutico faz primeiro tempo aquém do esperado, mas consegue vantagem com gol contra

O confronto começou com o Náutico tentando impor o seu ritmo para fazer valer o fator casa desde o apito inicial, enquanto o Luverdense foi tentando adiantar a marcação para surpreender e, assim, conseguir um bom resultado. A primeira boa chegada aconteceu logo aos dois minutos em favor do Timbu. Bergson recebe na área, limpou a marcação e, no momento do chute, acabou deixando a bola escapar.

A estratégia do LEC foi começando a dar certo com o passar do tempo e o Timbu encontrou dificuldades para sair jogando por conta da forte marcação do adversário no campo de defesa. Poucas chances de perigo, então, foram aparecendo. Praticamente, metade do primeiro tempo foi de forte marcação e sem grandes trabalhos para os dois goleiros. Os donos da casa só voltaram a assustar aos 28 minutos. Roni fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Tiago Adan, mas Gabriel Leite apareceu bem e afastou o perigo.

Foto: Léo Lemos/Náutico
Foto: Léo Lemos/Náutico

Pressionando em busca do primeiro gol, o escrete alvirrubro quase fez a festa aos 31 minutos. Bergson recebeu bom lançamento, demorou para chutar e ainda assim ficou com a bola. Frente a frente com Gabriel Leite, o atacante tocou por cima e perdeu uma ótima oportunidade de abrir o placar. Se a pontaria do ataque não estava boa, o adversário resolveu ajudar aos 39 minutos. Sérgio Mota errou um passe entregando de graça para Tiago Adan, que ficou na cara da meta. No momento do cruzamento, o zagueiro Wallace colocou a bola para dentro e fez a festa da torcida alvirrubra.

Com a vantagem, o Náutico ficou mais tranquilo dentro de campo e tentou aumentar o placar ainda antes do apito final para o intervalo. Não obteve êxito nas tentativas, sem conseguir levar perigo. Já o Luverdense também não mostrou forças para buscar o empate. Assim, a primeira etapa acabou sendo encerrada no 1 a 0 favorável aos donos da casa.

Timbu consegue apresentar futebol melhor e garante vitória após quatro jogos

Para o segundo tempo, o técnico Alexandre Gallo resolveu voltar com o volante Ygor no lugar do lateral-esquerdo contestado Matheus Muller, deslocando Gaston para a posição de origem. Já o técnico Júnior Rocha fez duas alterações, sacando do time os meias Sérgio Mota e Kazu para promover as entradas de Romarinho e Erik, respectivamente. Com a bola rolando, o Náutico voltou um pouco melhor, dominando as ações e deixando o Luverdense mais recuado.

O Timbu teve uma boa oportunidade de aumentar a vantagem logo aos quatro minutos, quando Jefferson Nen avançou pela direita de ataque e cruzou a bola com efeito, obrigando o goleiro Gabriel Leite a fazer grande defesa. A resposta do LEC veio acontecer apenas aos 11 minutos. Da Mata chutou de longe e Júlio César espalmou. Ricardo pegou o rebote e o arqueiro alvirrubro precisou fazer mais uma ótima intervenção.

Foto: Léo Lemos/Náutico
Foto: Léo Lemos/Náutico

Querendo melhorar o desempenho ofensivo, o técnico Alexandre Gallo tirou o atacante Tiago Adan para colocar o meia-atacante Hugo. A alteração por muito pouco não deu resultado aos 11 minutos. Bergson fez bom cruzamento para o meio, que cabeceou com perigo e parou na boa defesa do goleiro Gabriel Leite. Momentos depois, Hugo acertou ótimo passe para Jefferson Nen. O atacante limpou a marcação, bateu forte, Gabriel Leite desviou e a bola parou na trave.

Com o Timbu melhor em campo, o segundo gol foi ficando mais perto. Isso quase aconteceu quando Hugo recebeu bom cruzamento e bateu sem goleiro, mas o zagueiro Wallace se redimiu salvando em cima da linha. O LEC veio acordar mesmo por volta dos 29 minutos e esteve perto de empatar o duelo, mas a boa cabeçada de Erik parou no goleiro Júlio César. Os dois times ainda tiveram algumas oportunidades, mas não souberam aproveitar. Desta maneira, o confronto foi encerrado no 1 a 0 favorável ao mandante.