Após goleada sofrida pelo Atlético-GO, Gallo levanta a cabeça: "Vamos para a próxima"

Treinador do Náutico lamenta derrota por 3 a 0 para o vice-líder, reconhece o baixo rendimento da equipe, mas já pensa na próxima partida

Após goleada sofrida pelo Atlético-GO, Gallo levanta a cabeça: "Vamos para a próxima"
Alexandre Gallo (Foto: Divulgação/Náutico)

O último sábado (2) foi de derrota para o Timbu. Jogando fora de casa, os alvirrubros foram derrotados pelo Atlético-GO por 3 a 0, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Após os resultados da 14ª rodada, os pernambucanos caíram para a oitava colocação, com 21 pontos, quatro de distância do grupo de classificação para a Série A.

Em entrevista concedida pelo comandante Alexandre Gallo, após a partida, o treinador reconheceu que seu elenco até começou bem a partida, mas sentiu o primeiro gol, que saiu aos 24 minutos. Depois disso, ele afirma que a equipe não se recuperou e que suas mudanças ofensivas não surtiram efeito, acarretando nos outros dois gols.

"Começamos bem", iniciou Gallo. "Eu acho que o adversário teve o mérito do primeiro gol em uma batida brilhante. Tivemos alguns jogadores que estavam abaixo no primeiro tempo. Tentei trocar, mas não deu certo. No segundo tempo, continuamos abaixo."

Seguindo a entrevista, o treinador parabenizou o atacante Gilsinho, que marcou o primeiro gol dos goianos, em belíssimo chute de fora da área; porém, em seguida, reconheceu que sua zaga deveria ter parado o lance que originou o segundo tento.

"O primeiro gol foi todo mérito do Gilson. Mas no segundo gol, não admitimos. Temos que parar o lance. No rebote, levamos o gol. Quando tomamos o segundo e fomos para o intervalo, partimos para o tudo ou nada e não deu certo", apontou Gallo.

Continuando, levantou a cabeça e mostrou pensamento já na próxima partida: "Não conseguimos achar o ataque. Não tivemos em uma tarde boa e isso acaba acontecendo. Tivemos uns 30 minutos bons, usamos ousadia de marcar na nossa linha de frente. Mas não fizemos os nossos gols e eles fizeram. Agora temos de apagar tudo o que passou. Vamos para a próxima."

O Timbu encara o CRB no próximo sábado, às 16h, na Arena Pernambuco, e Gallo espera a vitória para seguir sua meta entre os oito primeiros colocados: "É mais um jogo decisivo como todos. Quando estávamos em segundo ou em terceiro, eu dizia que a gente tinha que ficar no bolo dos oito primeiros. E temos um jogo em casa, onde costumamos jogar bem", finalizou.