Com bons números em casa, Náutico busca contra Tupi reaproximação do G-4 da Série B

Timbu busca mais três pontos como mandante para chegar mais perto do grupo de acesso; Galo Carijó precisa da vitória para se reabilitar no campeonato e tentar sair da zona de rebaixamento

Com bons números em casa, Náutico busca contra Tupi reaproximação do G-4 da Série B
(Foto: Divulgação/Clube Náutico Capibaribe)
Náutico
Tupi-MG
Náutico: Júlio César; Joazi, Rafael Pereira, Eduardo e Gastón; João Ananias, Maylson e Renan Oliveira; Jefferson Nem, Rony e Hugo. Técnico: Alexandre Gallo
Tupi-MG: Rafael Santos; Kiss, Gabriel Santos, Rodolfo Mol e Luiz Paulo; Filipe Alves, Marcel, Recife, Serrato, Octávio e Jonathan; Giancarlo. Técnico: Estevam Soares
ÁRBITRO: Jaílson Macedo Freitas (BA)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata

Nesta sexta-feira (29) na Arena de Pernambuco, às 21h30, Náutico e Tupi-MG se enfrentam pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. As duas equipes vivem momentos distintos na competição. O time alvirrubro ocupa a 8ª posição com 24 pontos, enquanto a equipe mineira está no Z-4, no 19º lugar, com 15 pontos ganhos.

Vindo de uma vitória tranquila sobre o Avaí na rodada passada, também na Arena de Pernambuco, o Náutico busca uma sequência positiva para tirar a diferença que tem em relação ao G-4. Neste o time está há cinco pontos do grupo de acesso e espera voltar a figurar entre os quatro primeiros.

Pelo lado mineiro a história é um pouco diferente. Mesmo vindo de uma vitória por 1 a 0 diante do Atlético-GO, em casa, o Galo não vem conseguindo muitos pontos e figura há algum tempo entre os quatro últimos colocados. A equipe tentará vencer a todo custo para ter forças para reagir e fugir da zona da degola.

Alexandre Gallo aposta na repetição para conseguir outra vitória

Após uma série de jogos sem conseguir render o esperado, o Náutico jogou bem, venceu e convenceu. Para repetir o bom desempenho, derrotar mais um adversário e entrar de vez na briga pelo G-4, Gallo deverá fazer uma coisa inédita nesta Série B. Repetir o time titular. A equipe pernambucana ainda não tinha conseguido a manutenção dos onze titulares de um jogo para o outro, mas agora, o treinador terá essa chance.

Durante os treinamentos, Alexandre Gallo realmente repetiu a escalação, que só deverá mudar se algum atleta se machuque de última hora, como Yuri Mamute contra o CRB há três rodadas. Por sinal, Mamute e Esquerdinha treinaram normalmente durante a semana e devem ser relacionados para o duelo desta sexta.

Por outro lado, Bergson, que sofreu uma lesão de grau um no músculo adutor da coxa direita, ainda entrará no processo de transição e desfalcará a equipe. O atacante também deverá ser vetado da partida contra o Oeste, pela última rodada do primeiro turno da Série B.

"A gente vai tentar fazer o que fez no jogo passado. Marcar em cima, forte, ter essa posse de bola e contra-atacar com rapidez, já pensando que os gols saiam o mais rápido possível para poder nos dar essa tranquilidade que foi na partida passada", falou o meia-atacante Hugo em relação ao próximo compromisso do Timbu.

Tupi quer vencer para continuar na briga por uma vaga fora da zona de rebaixamento

Vindo de uma boa vitória sobre o Atlético-GO, que está no G-4 da Série B, o Galo Carijó apostará nos contra-ataques para conseguir vencer mais uma e não se distanciar muito dos primeiros times fora do Z-4.

Com duas vitórias nos últimos seis jogos, o time comandado por Estevam Soares até que vem conseguindo bons resultados, como a vitória sobre o Bahia e o empate contra o Criciúma fora de casa. Entretanto, a equipe de Minas Gerais ainda não obteve uma sequência de jogos positiva e não conseguiu ainda sair da situação delicada que vive. 

Para o confronto contra o Náutico, a equipe poderá ter até dois desfalques. O lateral-direito Douglas, com um estiramento na coxa, está fora e deve ser substituído por Vinícius Kiss. Outro que pode ser vetado da partida, este mais difícil, é o zagueiro Rodolfo Mol. O atleta ficou de fora de uma movimentação durante a semana por conta de dores no joelho esquerdo, mas deverá jogar.

"Foi só pra dar uma segurada mesmo. Semana passada tivemos treinos intensos e nosso gramado está um pouco duro. Estevam conversou comigo e foi melhor dar uma segurada, mas nada preocupante", disse Mol.