Gabriel Jesus marca dois, se isola na artilharia do Brasileiro e Palmeiras goleia Figueirense

Moisés e Dudu completaram a vitória por 4 a 0 do Verdão, que abre três pontos de vantagem na liderança

Gabriel Jesus marca dois, se isola na artilharia do Brasileiro e Palmeiras goleia Figueirense
Atacante de 19 anos chegou a nove gols na Série A (Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras)
Palmeiras
4 0
Figueirense
Palmeiras: Fernando Prass; João Pedro, Edu Dracena, Vitor Hugo, Zé Roberto; Tchê Tchê, Moisés (Matheus Sales, min. 5/2ºt), Cleiton Xavier (Lucas Barrios, min. 19/2ºt); Dudu (Vitinho, min. 34/2ºt), Gabriel Jesus, Roger Guedes. Técnico: Cuca
Figueirense: Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Ferrugem (Jocinei, min. 29/2ºt) Bady; Ermel (Yago, intervalo), Dudu (Everton Santos, min. 29/2ºt), Rafael Moura. Técnico: Vinícius Eutrópio
Placar: 1-0, min. 7/1ºt, Moisés. 2-0, min. 42/1ºt, Dudu. 3-0, min. 10/2ºt, Gabriel Jesus. 4-0, min. 45/2ºt, Gabriel Jesus
ÁRBITRO: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE), auxiliado por Guilherme Dias Camilo (MG) e Clovis Amaral da Silva (PE). Amarelos: Roger Guedes (PAL); Rafael Moura (FIG)
INCIDENCIAS: 12ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, no Allianz Parque, em São Paulo, SP. Público: 32.834 pagantes. Renda: R$ 1.935.544,00

No Allianz Parque, o Palmeiras confirmou seu 100% de aproveitamento em casa e goleou o Figueirense por 4 a 0, abrindo três pontos de vantagem na liderança. Moisés, Dudu e Gabriel Jesus, duas vezes, marcaram os gols - chegando a nove no Campeonato Brasileiro e se tornando artilehrio único da competição.

O Palmeiras, líder com 25 pontos, volta a campo estreando o novo horário do Brasileiro. Na segunda-feira (4), o time enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro, às 20h. Já no domingo (3), o Figueirense, 15º colocado, com 14 pontos, recebe o Atlético-MG, às 19h.

Palmeiras marca novamente no início e abre vantagem

Como já é costumeiro nesse Campeonato Brasileiro, o Palmeiras conseguiu um gol antes dos 15 minutos de jogo, para dar mais tranquilidade para a sequência da partida. Aos 7, na cobrança curta, Roger Guedes colocou na área e Moisés subiu de cabeça para abrir o placar em São Paulo.

A primeira etapa no Allianz Parque foi de muitas faltas - 23 de cada lado - e de 49 passes errados - 28 do Palmeiras e 21 do Figueirense. A chance mais clara dos visitantes foi aos 17. Dudu trouxe da esquerda, ajeitou de pé direito e mandou forte no canto, mas Prass caiu e fez a defesa.

Aos 21, Roger Guedes recebeu de João Pedro, bateu de pé direito da entrada da área, mas Gatito espalmou. O jogo foi aberto na primeira etapa, mas os erros de passes e cruzamentos diminuiram as chances de gol. Aos 36, após cruzamento de Dudu, Gabriel Jesus desviou na segunda trave para a direção do gol, mas Marquinhos salvou em cima da linha e evitou o segundo do Palmeiras.

Porém, seis minutos depois, após cruzamento da direita, a bola desviou na defesa e sobrou para Tchê Tchê, que tocou atrás para Dudu, que dominou e bateu forte para ampliar no Allianz Parque e levar uma vantagem mais confortável para a segunda etapa.

Figueira mostra pouca resistência e Palmeiras goleia

Para o segundo tempo, o técnico Vinícius Eutrópio trocou Ermel por Yago, mas o Figueirense, que chegou a equilibrar no primeiro tempo em alguns momentos, não conseguiu mais assustar o Palmeiras e ainda cedeu mais oportunidades ao rival. Aos 2, João Pedro recebeu pela direita e cruzou fechado, mas a bola pegou a direção do gol e Gatito se esticou para salvar. Oito minutos depois, Zé Roberto recebeu de Dudu pela esquerda e levantou para a pequena área onde Gabriel Jesus desviou de cabeça para fazer 3 a 0 no Allianz Parque.

A única boa chance do time alvinegro no segundo tempo foi aos 20. Ayrton bateu falta da entrada da área e mandou com perigo na lateral da rede. Aos 32, após uma sequência de passes, Dudu deixou Gabriel Jesus de frente para o gol, mas o chute de primeira do artilheiro do Palmeiras foi por cima do gol.

Aos 39, em saída errada do Figueirense, Barrios ganhou de Marquinhos na dividida e saiu com espaço para avançar na direção do gol, mas Bruno Alves conseguiu travar e a finalização do paraguaio foi desviada para fora. Já sem esperanças no jogo, o Figueirense viu nos acréscimos Roger Guedes ir até a linha de fundo pela direita e cruzar para trás. Lucas Barrios não alcançou, mas a bola sobrou para Gabriel Jesus, que bateu de primeira e mandou no contrapé de Gatito para marcar o segundo dele no jogo, o nono no campeonato - se tornando artilheiro isolado - e transformando a vitória do Palmeiras em goleada.