Palmeiras aproveita superioridade técnica, vence Sport e mantém liderança isolada

Verdão encontra facilidade diante das seguidas falhas defensivas do Leão e continua soberano na competição nacional

Palmeiras aproveita superioridade técnica, vence Sport e mantém liderança isolada
Foto: Williams Aguiar/Sport
Sport
1 3
Palmeiras
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rithely, Serginho (Rodrigo Mancha, min 77), Rogério (Mark González, min 75), Diego Souza e Gabriel Xavier; Edmílson (Clayton, min 82). Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Palmeiras: Fernando Prass; Jean (Cleiton Xavier, min 63), Mina, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Tchê Tchê (Thiago Martins, min 82) e Moisés (Matheus Sales, min 53); Róger Guedes, Gabriel Jesus e Erik. Técnico: Cuca.
Placar: 1-0, Erik, min 10; 1-1, Gabriel Xavier, min 53; 1-2, Gabriel Jesus, min 65;
ÁRBITRO: Anderson Daronco (Fifa-RS), auxiliado por Alexandre Pruinelli Kleiniche (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS). Cartões amarelos: Rodney Wallace, Agenor, Samuel Xavier e Matheus Ferraz (Sport); Róger Guedes, Thiago Santos, Gabriel Jesus, Mina e Erik (Palmeiras).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 13ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, disputada no estádio da Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco. Público: 16.719. Renda: R$ 491.860,00.

O Palmeiras segue soberano na ponta da Série A do Campeonato Brasileiro. Nesta noite de segunda-feira (4), o alviverde paulista entrou em campo para enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco, pela 13ª rodada da competição nacional. O Verdão mostrou uma superioridade técnica diante de um rubro-negro que esbarrou na falta de qualidade, assim, garantiu uma vitória por 3 a 1. Os gols do Porco foram marcados por Erik, Gabriel Jesus e Cleiton Xavier, enquanto Gabriel Xavier fez para Leão.

Com o resultado desta noite, o Sport fica com a situação cada vez mais complicada, pois segue na zona de rebaixamento. O Leão está na 18ª colocação, com 12 pontos, três a menos que o 16º colocado, Figueirense. Já o Palmeiras continua na liderança da competição nacional. O time alviverde chegou aos 28 pontos, abrindo três para o vice-líder Corinthians. 

A 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro terá início apenas no próximo final de semana, mas será encerrada no começo da semana seguinte. O Sport vai entrar em campo no sábado (9), às 21h00, para fazer um duelo com a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, São Paulo. Já o Palmeiras vai jogar apenas na terça-feira (12), às 20h30, no clássico diante do Santos, na Allianz Parque, em São Paulo.

Erik aproveita falha defensiva do Sport e coloca Palmeiras em vantagem

O confronto começou com os dois times tentando ir para o setor de ataque, mas o Sport mostra bastante deficiência para sair tocando a bola do campo de defesa por conta dos seguidos passes errados. Já o Palmeiras trabalhava melhor a bola e pecava no momento do último passe para levar perigo. Com os dois times sem inspiração na criação das jogadas, os primeiros minutos não tiveram grandes oportunidades de gols.

Quando conseguiu encaixar uma boa oportunidade, o Palmeiras logo abriu o placar. Aos dez minutos, Róger Guedes encontrou muito espaço pela direita de ataque, avançou e cruzou rasteiro para Erik finalizar de primeira. Agenor falhou feio e a bola morreu no fundo das redes para felicidade do torcedor alviverde. A resposta do Sport em tentativa de empate só veio mesmo aos 18 minutos, quando Diego Souza chutou forte pela esquerda em cobrança de falta e obrigou Fernando Prass a fazer grande defesa.

Os visitantes eram bastante superiores dentro de campo. O segundo gol quase saiu aos 22 minutos. Erik encontrou muito espaço pela esquerda e cruzou voltando para a entrada da área, local em que estava Róger Guedes, que dominou e chutou com muito perigo. Os leoninos foram melhorando ofensivamente com o decorrer do confronto, mas sem encontrar espaços para finalizar com perigo, além, de deixar espaços para o rápido contra-ataque do adversário.

Chance de aumentar a vantagem para o alviverde paulista surgiu com o atacante Róger Guedes. Gabriel Jesus puxou contra-ataque pelo com bastante velocidade e mandou para o ataque pela ponta esquerda. Ele entrou na área, limpou a marcação e bateu colocado para defesa de Agenor. O Leão continuou sem encontrar espaços para finalizar, esbarrando na forte marcação palmeirense. Desta maneira, a primeira etapa foi encerrada no 1 a 0 favorável aos visitantes.

Leão chega a empatar, mas Verdão mantém bom aproveitamento e garante vitória

Para a etapa final, os dois técnicos resolveram manter as mesmas formações que terminaram o primeiro tempo. Com a bola rolando, o Sport voltou um pouco mais encaixado no setor de ataque e passou a tentar mais finalizar, enquanto o Palmeiras se fechava bem para buscar os contra-ataques e matar o confronto. Uma boa oportunidade para o Leão veio em um cruzamento de Rodney Wallace, que encontrou Rogério na área, mas a cabeceada foi para fora.

O técnico Cuca precisou fazer a primeira alteração ainda com oito minutos. Moisés sentiu uma lesão na região da coxa e deixou o gramado para a entrada do volante Matheus Sales. O Leão teve a melhor oportunidade de empatar a partida com Rogério. Ele recebeu um belo passe de Gabriel Xavier, entrou na área com liberdade e bateu cruzado. A bola passou muito próximo da trave direita.

Apesar de não estar fazendo uma grande partida, os donos da casa conseguiram chegar ao empate por conta da melhora significativa. Rogério recebeu pelo meio, entrou na área e acabou sendo derrubado por Mina. A árbitro não marcou a penalidade e Gabriel Xavier pegou o rebote. Ele passou pelo goleiro Fernando Prass e mandou para o fundo das redes, garantindo a festa da torcida rubro-negra. O Palmeiras tentou passar a frente logo no minuto seguinte, quando Gabriel Jesus puxou da direita para o meio e chutou com muito perigo.

Encontrando espaços no campo de ataque, o Palmeiras por muito pouco não voltou a ficar na frente aos 16 minutos. Gabriel Jesus acertou lindo passe e deixou Erik na cara do gol. Ele chutou colocado e obrigou Agenor a fazer boa defesa. Os leoninos responderam com Gabriel Xavier, que bateu colocado e assustou a defensiva alviverde. Mas o tento mesmo saiu em favor dos visitantes. Rithely caiu no meio-campo, Cleiton Xavier pegou a bola e lançou para Gabriel Jesus entrar na área e chutar para o fundo das redes para delírio da torcida palmeirense.

Se já estava complicado para o Leão, aos 24 minutos ficou mais ainda. Gabriel Jesus entrou na área e foi derrubado de maneira infantil pelo goleiro Agenor. O árbitro marcou pênalti. Cleiton Xavier pegou a bola e cobrou com muita qualidade para felicidade do torcedor alviverde. Depois disso, o alviverde paulista apenas administrou o placar, enquanto o rubro-negro não encontrou forças. Sendo assim, o placar foi encerrado em 3 a 1 favorável aos visitantes.