Palmeiras vence Coritiba e assegura liderança do Campeonato Brasileiro

Após primeiro tempo apático, Verdão buscou dois gols na etapa complementar e Coxa ainda descontou, mas não foi páreo para frear equipe de Cuca

Palmeiras vence Coritiba e assegura liderança do Campeonato Brasileiro
Foto: Divulgação/Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Palmeiras
2 1
Coritiba
Palmeiras: Jaílson; Jean, Mina, Vitor Hugo e Egídio; Tchê Tchê, Moisés e Dudu (Rafael Marques); Erik (Leandro Pereira), Róger Guedes (Thiago Santos) e Gabriel Jesus.
Coritiba: Wilson, W. Maia, Nery, Juninho e Juan; João Paulo, Gonzalez (Evandro), Yan (Felipe Amorim) e Edinho (Alan Santos); Kazin e Iago.
Placar: Leandro Pereira (5/2ºT), Mina (11/2ºT) e Iago Dias (30/2ºT)
ÁRBITRO: Caio Max Augusto Vieira (RN).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, realizada no Allianz Parque em São Paulo-SP.

A liderança foi garantida mais uma vez pelo Palmeiras, desta vez em confronto pelo Coritiba, na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. A atuação do Verdão não foi convincente, mas necessária para garantir a vitória por 2 a 1 diante do Coxa, que foi a São Paulo em busca do empate e saiu com a derrota na tarde deste sábado (24).

Com uma etapa inicial pobre de futebol, as equipes pouco levaram perigo de gol. O Coritiba se defendia enquanto o Palmeiras tentava encontrar espaços na forte marcação adversária. Já no segundo tempo, a fome de gol do Verdão funcionou e garantiu o primeiro gol com Leandro Pereira, de cabeça. O segundo tento palmeirense foi marcado por Yerry Mina e um pouco mais tarde, Iago descontou para o Coxa.

O resultado garante a liderança do Alviverde paulista com 54 pontos, enquanto o Coxa fica com seus 33 pontos na 13ª posição. O próximo jogo do Palmeiras no Campeonato Brasileiro acontece somente no dia  de outubro, segunda-feira, diante do Santa Cruz, no estádio Arruda às 20h, enquanto o Coxa recebe o América-MG no Couto Pereira na mesma data, mas às 21h.

Primeiro tempo pífio termina sem gols no Allianz Parque

O Palmeiras iniciou a partida com uma formação mais ofensiva, se mantendo no ataque. Algo característico da equipe de Cuca, que fez vários gols no início de suas partidas. O Coritiba começou a partida bem fechado em campo, enquanto o Verdão paulista apresentou maior domínio, mas pecava nas finalizações. Chegava no ataque, mas não tinha sucesso no último passe.

A maior posse de bola pertencia ao Palmeiras, mas sempre que tentava avançar ao ataque e buscar o gol, o Coritiba forçava na marcação e ocasionava o erro dos donos da casa, que não conseguiam se livrar desse trunfo do Coxa para abrir o marcador. Aos 20 minutos de jogo, nenhuma finalização concreta de nenhum dos times. Uma opção acionada pelo palmeiras foi o uso das laterais, principalmente pelo lado esquerdo na tentativa de furar o bloqueio do Coritiba.

Na partida, o Palmeiras tinha que enfrentar duas linhas de quatro: primeira linha de marcação com quatro volantes e a outra com quatro homens na defesa. Uma opção era arriscar nas jogadas de velocidade e pegar o Coritba deprevenido, mas nada feito. A proposta de jogo do Verdão não foi convincente. A ausência de criatividade no meio-campo prejudicou demais os donos da casa, dificultando que a bola chegasse com qualidade ao ataque.

A melhor chance do Verdão aconteceu aos 46 minutos, quando Gabriel Jesus tabelou com Moisés e recebeu a bola na cara de Wilson, que fechou o ângulo e fez uma boa defesa. O Coritiba, por sua vez, sequer chutou uma bola ao gol. Mostrou que veio apenas para se defender e segurou o zero no placar até o fim do primeiro tempo.

Palmeiras marca duas vezes, Coxa desconta, mas vitória do líder é garantida

A etapa complementar começou com o Palmeiras a todo vapor. Em poucos minutos de jogo, duas belas chances para os donos da casa assustaram o Coritiba. Não a toa, o gol saiu aos cinco minutos em falta batida na área do Coritiba. O zagueiro desviou e Leandro Pereira sobiu para dividir com Wilson e finalizar. O goleiro ainda reclamou de falta, mas o juiz apontou o centro do campo, validando o tento.

Aos 11 minutos, novamente o Palmeiras brilhou, mas dessa vez em uma grande jogada ensaiada onde Dudu rolou para Egídio, que tocou para Moisés. De primeira, ele lançou Róger Guedes, que apareceu livre e cruzou a bola para o meio. Com quatro jogadores do Verdão prontos para fazer o gol, o zagueiro Mina empurrou para a rede, ampliando a vantagem do Alviverde paulista.

Após sofrer os dois gols, o Coritiba se mostrou entregue ao Palmeiras. Já não mostrava forçar para ir ao ataque e se defendia, tentando evitar com que o Verdão chegasse com mais perigo à meta de Wilson, mas aos 25 minutos, um longo lançamento surgiu para Gabriel Jesus, que cabeceou próximo da trave. Atento ao lance, o goleiro Wilson desviou, evitando o gol.

O domínio era do Palmeiras até que Felipe Amorim lançou Evandro, que chegou na cara de Jaílson, mas Vitor Hugo quem fez o corte. No rebote, Iago viu o gol vazio e tocou com jeito para diminuir a vantagem do Verdão aos 30 minutos de jogo. Apesar de o Coxa ter descontado um gol no salto, o Palmeiras não cessou a busca para ampliar a vantagem, tanto que aos 35 minutos, Dudu fez fila na defesa adversária e tocou para Gabriel Jesus, que se livrou da marcação e bateu no canto de Wilson e a bola passou raspando.

O Palmeiras seguiu na pressão até os minutos finais, mas não conseguiu ampliar a vantagem. Mesmo assim, o Verdão conseguiu cumprir a tarefa e conquistar os três pontos. Os minutos de bom futebol foram poucos, mas o suficiente para garantir os dois gols da vitória na rodada.