Na reta final do Brasileirão, Cuca não esconde ansiedade e revela: "Tenho feito contas"

Técnico manteve o mistério sobre escalação para a partida contra Internacional; Rafael Marques fica fora por até três semanas

Na reta final do Brasileirão, Cuca não esconde ansiedade e revela: "Tenho feito contas"
Cuca rasgou elogios ao Internacional e cravou que a equipe gaúcha conseguirá escapar do rebaixamento (Foto: Willian Pereira/VAVEL Brasil)

Às vésperas da partida contra o Internacional, o que todos queriam saber na Academia de Futebol era a equipe que o técnico Cuca colocaria em campo, no domingo (6), no Allianz Parque, às 17h (de Brasília). O comandante do Palmeiras, no entanto, manteve o mistério e não revelou quem será o substituto do volante Moisés, que está suspenso. Cleiton Xavier e Thiago Santos são os favoritos a ganhar a vaga.

Tenho a opção de entrar o Thiago; com o Tchê Tchê e Jean no meio; e o Cleiton. Testei as duas opções e vamos estar bem servidos. Testamos o Jean na lateral também. São situações que podemos usar no jogo. Amanhã (sábado) vou definir", declarou Cuca.

O treino deste sábado (5), citado por Cuca, será fechado para a imprensa, o que aumenta a tese de que escalação poderá ser revelada somente instantes antes do jogo.

O que não foi mistério foi o assunto Rafael Marques. Com uma lesão no tornozelo direito, o atacante não treinou nesta sexta-feira (4) e o técnico confirmou o que todos esperavam. “Nos preocupa. Ele está fora do jogo e deve ficar fora de duas a três semanas”, revelou.

O provável Palmeiras deve ser com Jailson no gol; Fabiano, Mina, Victor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Jean e Cleiton Xavier (Thiago Santos); Dudu, Gabriel Jesus e Roger Guedes (Alecsandro).

O Inter vem de uma sequência de jogos, está no ritmo. Eu penso que o Inter não é time para cair e acho que não vai cair, porque é uma boa equipe. Todo cuidado é pouco. Vamos ter que fazer um jogo bem preciso para poder vencer".

Renovação e metas

Questionado sobre sua permanência no clube para o ano que vem, Cuca descartou tocar no assunto. "Este assunto é deste tamanhinho neste momento da competição. Não podemos agora pensar em outra coisa que não seja o jogo contra o Inter e a busca pelo título tão sonhado que a gente tem. Vamos deixar isso como um problema secundário", afirmou.

Focado e preocupado apenas na reta final, o comandante falou sobre a chance real de alcançar o objetivo. Segundo ele, a ansiedade aumenta a cada jogo.

Estamos a um mês do fim do campeonato e com dez dias de parada. Tem 20 dias de campeonato. Natural gerar ansiedade em mim, no presidente, no torcedor, nos jogadores. Gostoso ser protagonista deste processo. Legal participar da história do Palmeiras e buscar este título tão almejado por todos. O título, se vier, virá na hora certa, então não adianta ficar nervoso".

No entanto, Cuca admitiu fazer contas. "Tenho acordado muito cedo e feito muitos cálculos. A vantagem é grande pra quem está atrás, fora isso ela é pequena demais".

O Palmeiras é o líder do Campeonato Brasileiro com 67 pontos, cinco à frente do Flamengo, segundo colocado. Depois da partida deste domingo contra o Internacional, o Verdão terá pela frente Atlético-MG (fora), Botafogo (casa), Chapecoense (casa) e Vitória (fora).