Com casa cheia, Palmeiras recebe Botafogo buscando confirmar título nacional

Verdão precisará de uma vitória diante do desfalcado clube carioca, que também necessita dos três pontos para não complicar sua vaga na zona de classificação da Libertadores

Com casa cheia, Palmeiras recebe Botafogo buscando confirmar título nacional
Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo
Palmeiras
Botafogo
Palmeiras: Jailson; Jean, Mina (Edu Dracena), Vitor Hugo e Zé Roberto (Egídio); Tchê Tchê, Moisés e Cleiton Xavier (Thiago Santos); Róger Guedes, Dudu e Gabriel Jesus
Botafogo: Sidão; Alemão, Carli, Emerson e Diogo Barbosa; Lindoso, Dudu Cearense, Fernandes (Emerson Silva) e Camilo; Neilton e Pimpão (Sassá)
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha (GO), auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 36ª rodada do Brasileirão, a ser disputada na Arena Palmeiras

Após 26 rodadas na liderança, o torcedor palmeirense poderá soltar o grito de campeão na tarde deste domingo (20). O Palmeiras precisará vencer o desfalcado Botafogo às 17h, mas para dar a volta olímpica no Allianz Parque precisará de uma combinação de resultados.

Além de vencer, o Porco terá que secar o Santos contra o Cruzeiro no Mineirão, matematicamente o Alvinegro Praiano ainda tem 9% de chances de título. Ainda precisará de um empate ou vitória do Coritiba diante do Flamengo no Maracanã, o carioca tem 3% de esperança.

Na quinta colocação e com 55 pontos, o Alvinegro não vence há três rodadas. Cada ponto será fundamental para a conquista da tão sonhada vaga na Libertadores e será necessário ser um visitante chato, tendo em vista os dois jogos fora de casa (Palmeiras e Grêmio). 

Cuca poderá contar com reforço no setor defensivo

O técnico Cuca terá novidades para o duelo. O zagueiro Mina e o meia Zé Roberto voltaram a treinar com o elenco palmeirense e devem retornar à equipe nesta rodada, após serem desfalques no empate com o Atlético-MG. Segundo o treinador, os jogadores foram cortados por não estarem 100% na última rodada.

Nos treinos durante a semana, o zagueiro trabalhou sem sentir a coxa. Assim, Mina deve entrar na vaga de Edu Dracena e atuar ao lado de Vitor Hugo. Apesar do entorse no tornozelo esquerdo, Zé Roberto também treinou normalmente e ocupará a vaga de Egídio na lateral esquerda.

O lateral-direito João Pedro segue fora da equipe, uma vez que está em trabalho de recondicionamento físico. O zagueiro Roger Carvalho, por sua vez, está em recuperação de uma entorse no tornozelo. Cuca relacionou 33 jogadores para a partida, incluindo o goleiro Fernando Prass, que não entra em campo desde julho, após passar por cirurgia no cotovelo direito.

Cuca quer foco total no duelo da Arena. Mesmo dependendo de resultados externos, como o do Santos e Flamengo, o treinador sabe que o Palmeiras precisa fazer a lição de casa primeiramente, para depois se preocupar com outros placares.

"Eu não posso pensar no segundo ato sem ter o primeiro. O nosso jogo é o mais importante. Se eu soubesse que iria vencer e que as coisas não dariam certo para o Santos em Minas, aí sim... Mas eu não sei. Tenho que me preparar para o nosso jogo, concentrar bem nele", declarou o treinador.

Com desfalques, Botafogo viaja buscando reencontrar a vitória

Enfrentar o líder do campeonato fora de casa é um duelo difícil, como se não bastasse, o técnico Jair Ventura contará com algumas baixas significantes no elenco. Os primeiros desfalques vieram na quarta-feira (16), na derrota para a Chapecoense, Airton e Victor Luis receberam cartão amarelo e cumprem suspensão automática.

A vaga em aberto no meio de campo poderia ser ocupada por Bruno Silva, mas o atleta foi vetado pelo departamento médico por não se recuperar de uma virose. O volante chegou a fazer atividades na academia durante a semana, mas não conseguiu participar do último treino e por isso não viajou com a equipe.

Desta forma, provavelmente o técnico deve optar por Dudu Cearense como volante e Diogo Barbosa volta à sua posição de origem, suprindo a falta de Victor Luis na lateral. Devido aos treinos fechados, o técnico não definiu quem entra no lugar de Bruno Silva, podendo improvisar Emerson no meio ou utilizar Fernandes.

A boa notícia fica pelo retorno de Sassá, que estava cumprindo suspensão na última partida. Ainda há incerteza se o jogador entra no lugar de Pimpão ou de Neilton, o ataque alvinegro segue pressionado por não marcar gols há três jogos.