De forma invicta e com goleada, Palmeiras conquistava em 1960 seu primeiro título nacional

Quarenta mil pessoas presentes no Pacaembu acompanharam, no dia 28 de dezembro de 1960, o Palmeiras golear o Fortaleza por 8 a 2 e levantar seu primeiro caneco nacional

De forma invicta e com goleada, Palmeiras conquistava em 1960 seu primeiro título nacional
Fotomontagem: Hugo Alves/VAVEL.com

Quarenta mil pessoas estavam no Estádio Pacaembu no dia 28 de dezembro de 1960 acompanhando o jogo entre Fortaleza e Palmeiras. Na final do Campeonato Brasileiro, antes chamado de Taça Brasil, com Djalma Santos em campo e gols de Zequinho, Chinesinho (2), Romeiro, Julinho Botelho, Cruz (2) e Humberto, o Verdão fez 8 a 2 contra o time do nordeste do país, e levou de maneira inédita seu primeiro título nacional.

A campanha vitoriosa contou com quatro jogos, sendo três vitórias e um empate. O saldo foi de 12 gols marcados e 3 gols sofridos.

Taça Brasil 

A Taça Brasil foi criada pela CBD (Confederação Brasileira de Desportos), hoje CBF (Confederação Brasileira de Futebol), em 1954, para conferir a seu campeão o título de campeão brasileiro. Porém, devido a problemas burocráticos relacionaods ao calendário trienal do futebol brasileiro, entre os anos de 1955 a 1958, a competição começou em 1959.

Na edição seguinte, de 1960, dezessete times campeões estaduais de 1959 estavam na disputa que tinha como esquema eliminatório jogos de ida e volta. A época, a CBD determinou que as Seleções Estaduais que chegaram à final do Campeonato Brasileiro de Seleções do ano anterior entrariam diretamente nas semifinais do torneio nacional. Por isso, Palmeiras e Santa Cruz foram os selecionados. 

Semifinal contra o Fluminense 

O campeão da Chave Sul e adversário do Verdão na semifinal foi o Fluminense. Na primeira partida, realizada em 09 de novembro no estádio Pacaembu, o confronto terminou em 0 a 0. No jogo seguinte, o Palmeiras foi até o Maracanã, onde os cinquenta mil torcedores que encheram o maior estádio do país na época viram o gol de Humberto, aos 44 minutos, colocar a equipe paulista na final. 

Vantagem conquistada na capital cearense

Para a primeira partida da decisão, o Palmeiras viajou até o Ceará para enfrentar o Fortaleza. Com o Estádio Presidente Vargas lotado, o Verdão garantiu a partida logo no primeiro tempo. Aos 20 minutos, três gols haviam sido feitos, sendo dois de Romeiro e um de Humberto. Benedito descontou no fim do segundo tempo, deixando o resultado em 3 a 1.

No Pacaembu, o Palmeiras é campeão brasileiro com goleada e de forma invicta

Quarenta mil pessoas compareceram no dia 28 de dezembro de 1960 ao Pacaembu para ver o título nacional do Palmeiras ser conquistado com uma goleada histórica. Em campo pelo Verdão e sob o comando de Oswaldo Brandão, estavam Valdir, Djalma Santos, Valdemar Carabina, Aldemar e Jorge; Zequinha e Chinesinho; Julinho Botelho, Romeiro, Humberto e Cruz.

Mas foi o Fortaleza que começou marcando. Aos seis minutos do primeiro tempo, Charuto fez para os adversários. Porém, a alegria durou pouco, e logo aos 08 minutos Zequinho empatou e Chinesinho, aos 10 minutos, virou o jogo. Romeiro e Julinho Botelho fizeram o terceiro e o quarto do Verdão, e Charuto fez o segundo do Fortaleza, encerrando a primeira etapa da partida.

Cruz fez o quinto e o sexto dos palmeirenses aos oito e onze minutos do segundo tempo. Chineisinho voltou a marcar aos 24 minutos e Humberto encerrou a goleada aos 32 minutos.

De forma invicta e com goleada, o Palmeiras conquistava, assim, o primeiro dos oito títulos nacionais de sua história, além de uma vaga para a Copa Libertadores da América de 1960, na qual faria sua estreia.

Foto: Palmeiras/Divulgação
Foto: Palmeiras/Divulgação