Em vantagem, Paysandu visita Gama visando retorno a torneio internacional após 13 anos

Na primeira partida, Papão venceu por 2 a 0; com novo técnico, Gama tentará reverter a desvantagem; campeão garante vaga na Copa Sul-Americana 2016

Em vantagem, Paysandu visita Gama visando retorno a torneio internacional após 13 anos
Arte: Hugo Alves/VAVEL Brasil
Gama
Paysandu
Gama: Dudu Gago, Pedrão, João Paulo e Hériclis; Eduardo, Lucas Judvan, Fábio Gama, Michel Pires e Raoni; Rafael Grampola.
Paysandu: Ronieri, Fernando Lombardi, Gualberto e Lucas; Ricardo Capanema, Augusto Recife, Celsinho e Raí (Rafael Luz); Fabinho Alves (Wanderson) e Leandro Cearense.
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha (GO). Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Leone Carvalho Rocha.
INCIDENCIAS: Final da Copa Verde 2016, jogo de volta. A ser realizado no Estádio Valmir Campelo Bezerra, o Bezerrão, em Gama.

Nesta terça-feira (10), o Gama recebe o Paysandu, na segunda partida da final da Copa Verde 2016. No primeiro encontro, o Papão venceu por 2 a 0 e leva essa boa vantagem para o jogo da volta no Distrito Federal. O Estádio Valmir Campelo Bezerra, conhecido como Bezerrão, será o palco da grande final, que dará ao campeão uma vaga na Sul-Americana. A bola rola às 20h30.

Celsinho e Leandro Cearense foram os autores dos gols do Paysandu na primeira partida, que aconteceu na última terça-feira (3). O Alviverde do Centro-Oeste precisa vencer por três gols de diferença para virar o confronto e conquistar o título. O bicolor, invicto neste ano, garante a taça vencendo, empatando ou perdendo por até um gol de diferença. Se o Gama ganhar no tempo normal repetindo o placar do jogo de ida, a decisão será nos pênaltis. A competição adota o critério do gol fora de casa.

Sem calendário no segundo semestre e de técnico novo, Gama terá que tirar vantagem do Papão

Após a derrota na primeira partida da final, o técnico Artur Bernardes foi demitido. A informação foi divulgada oficialmente no site do clube. Reinaldo Gueldini será o interino contra o Paysandu nesta terça-feira. Bernardes chegou ao clube no meio de maio, substituído o também demitido Amedeo Mangone.

O Gama disputa a final da Copa Verde pensando no segundo semestre. Eliminado na semifinal do Campeonato Brasiliense pelo campeão Luziânia, o alviverde não disputará o Campeonato Brasileiro Série D neste ano, ficando sem competição para o segundo semestre. O título na copa regional daria direito de disputar a Sul-Americana, assegurando mais alguns jogos em 2016. A equipe também está na Copa do Brasil, onde tem o América-RN como adversário ainda pela primeira fase.

João Paulo, zagueiro do Gama, falou sobre a importância do título e demonstrou otimismo: “Os jogadores do Gama merecem este título (da Copa Verde), é um grupo muito simples, um grupo que não existe vaidade, um ajudando o outro no dia a dia. Eu acredito na nossa virada na terça-feira, vai coroar tudo que passamos no ano. Eu tenho muita fé em Deus que a gente vai conseguir essa vitória sofrida, e vai ser sofrida. Vamos chorar de alegria e vai dar tudo certo, esse é o nosso pensamento.”

No fim de semana, Reinaldo Gueldini realizou um treinamento com a equipe no CT Ninho do Periquito, com presença da torcida. Tiago Gaúcho participou da atividade, mas voltou a sentir um incomodo no dedo do pé direito, deixando a atividade mais cedo. O jogador é duvida para a partida.

Invicto há 25 jogos, Paysandu quer o título e a vaga na Sul-Americana

Campeão do Campeonato Paraense, o invicto Paysandu sonha em retornar a uma competição continental após 13 anos. Após a boa campanha na Libertadores de 2003, o bicolor não figurou mais em torneios internacionais. Com o título da Copa Verde, o Papão garantiria vaga na Sul-Americana deste ano.

No sábado (7), a equipe conquistou o estadual ao vencer o São Francisco por 2 a 1. Após o título, o técnico Dado Cavalcanti falou sobre a final da Copa Verde: “São mais de seis meses que essa torcida não sabe o que é chorar uma derrota. Hoje consolidamos esse momento do Paysandu. O título não vai influenciar, não vamos com menos sede para a decisão de Brasília, mas vamos mais desgastados. Isso quer dizer que temos que chegar forte para buscar o resultado.

A expectativa de médio ao longo prazo é subir. Nós vamos brigar pra subir (para a Série A), mas chegaremos no começo dela desgastados. Temos uma carga pesada de jogos, emocional e física. E vamos emendar em um jogo contra um adversário que está eliminado do estadual há algum tempo. Então não será fácil”, comentou o técnico.

Betinho está no departamento médico e não enfrentará o Gama. Leandro Cearense terá Fabinho Alves ou Wanderson como companheiro de ataque. O lateral direito Ronieri volta ao time titular após suspensão. A duvida também existe no meio campo: Rafael Luz e Raí disputam uma vaga entre os 11 titulares.