Alírio Moraes valoriza conquista do Nordestão: “Acreditamos que poderíamos sair da mesmice”

Presidente Coral festejou bastante a segunda conquista do escrete pernambucano em sua gestão e deixou claro a necessidade de continuar sonhando para obter mais títulos

Alírio Moraes valoriza conquista do Nordestão: “Acreditamos que poderíamos sair da mesmice”
Foto: Antonio Melcop/Santa Cruz

Alírio Moraes, quando assumiu a presidência do Santa Cruz ainda em 2015, fez várias promessas para a sua gestão e acabou ganhando o apelido de “Delírio” por conta da proposta audaciosa. Em menos de dois anos, entretanto, os tricolores já obtiveram algumas metas e já somam dois títulos, além de um acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. A coroação do trabalho aconteceu neste domingo (1º), com um empate por 1 a 1 com o Campinense e garantia do primeiro título da Copa do Nordeste.

Depois do apito final, os tricolores festejaram bastante a conquista do certame nordestino, em que quase foram desclassificados na primeira fase, mas acabaram mostrando bastante empenho e qualidade, desde a chegada de Milton Mendes, no mata-mata para ficar com o título. O presidente Alírio Moraes exaltou o feito e destacou a necessidade de continuar sonhando para sair da mesmice.

“Vamos continuar delirando. Vamos delirar sempre. Acreditar que podemos fazer mais para sair da mesmice. Acreditamos nisso desde o começo. É preciso sonhar para obter conquistas e estamos conseguindo isso. Está faltando um pouco de sonho no futebol brasileiro. A gente nunca deixou de sonhar. E não vamos parar por aqui”, destacou o presidente Coral.

Um dos poucos jogadores que chegaram ao Santa Cruz ainda quando o clube vivia nas últimas divisões do futebol nacional, o goleiro e ídolo Tiago Cardoso agradeceu bastante por mais essa conquista vestindo a camisa do Mais Querido. Com a Copa do Nordeste, o arqueiro, que ajudou o time a sair do fundo do poço, chega à seis títulos em seis anos de clube.

“É uma alegria muito grande. Desde que cheguei ao Santa Cruz obtive várias conquistas na minha carreira. Só tenho que agradecer. Só posso agradecer a Deus pela oportunidade e por conquistar tantos títulos”, comentou o arqueiro do Coral.​