Em possível despedida, Gabriel marca e Santos passa pela Ponte Preta com tranquilidade

No jogo que pode ser o da sua despedida, Gabriel joga bem e ajuda Santos a passar pela Ponte

Em possível despedida, Gabriel marca e Santos passa pela Ponte Preta com tranquilidade
Foto: Ivan Storti/Santos FC
Santos
3 1
Ponte Preta
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Vitor Bueno e Lucas Lima (Elano, Min. 86); Gabriel (Vecchio, Min. 78) e Ricardo Oliveira (Rodrigão, Min. 75). técnico: Dorival Junior
Ponte Preta: João Carlos; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferriera e Reinaldo; Wendel, Maycon e Matheus Jesus (Felipe Menezes, intervalo); Rhayner, Clayson (Giva, Min. 74) e William Pottker (Roger, Min. 62). técnico: Eduardo Baptista
Placar: 1-0, Victor Ferraz, Min. 21; 2-0, Vitor Bueno, Min. 55; 3-0, Gabriel, Min. 71; 3-1, Roger, Min. 84
ÁRBITRO: Marielson Alves Silva (BA); cartões amarelos: William Pottker (Min. 24), Thiago Maia (Min. 37), Gabriel (Min. 78), Wendel (Min. 83), Zeca (Min. 93)
INCIDENCIAS: partida válida pela 15ª rodada do campeonato brasileiro série A 2016, realizada na Vila Belmiro, em Santos, São Paulo

Neste sábado (16), Santos Ponte Preta duelaram pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2016, na Vila Belmiro, em Santos. Mesmo tomando alguns sustos, o Peixe foi melhor, mais eficiente e venceu por 3 a 1, com gols de Victor FerrazVitor Bueno GabrielRoger marcou para a Macaca.

Com este resultado, o Santos segue na quarta colocação com 26 pontos, dois a mais que o quinto colocado Flamengo. A Ponte Preta segue na sétima colocação com 23 pontos e voltou a ser derrotado após cinco jogos.

Na próxima rodada, o Santos vai até Salvador encarar o Vitória no próximo domingo (24), às 18h30, no Barradão. Também no domingo, só que às 11h, a Ponte recebe o Internacional no Moisés Lucarelli.

Santos é melhor e abre o placar

Desde o princípio, o Santos foi melhor na Vila Belmiro. Logo cedo, o Peixe já pressionava e chegava com perigo. Aos 7', após escanteio cobrado de Lucas Lima da esquerda, a bola chegou em Gabriel na segunda trave, que emendou um sem pulo e quase abriu o marcador. A Ponte tinha muita dificuldade para trocar muitos passes, parando na forte marcação santista.

E toda a pressão santista deu resultado. Aos 21', após falta de Fábio Ferreira, Vitor Bueno cobrou muito bem, a bola foi na trave e sobrou para Victor Ferraz, que praticamente na pequena área pegou o rebote e mandou para o gol de cabeça: 1 a 0 Santos. Resultado mais que justo na Vila, com os donos da casa dominando a partida.

Após fazer o gol, o Santos deu uma certa acalmada na partida, sem pressa para tentar chegar ao segundo gol. Aos 36', Zeca cobrou rápido lateral e a bola chegou em Gabriel, que chamou Nino Paraíba para dançar, cruzou rasteiro e Ricardo Oliveira tentou de primeira, mas a bola passou ao lado do gol de João Carlos.

A primeira e única chance da Macaca no primeiro tempo saiu aos 42', quando Nino Paraíba cruzou, William Pottker dominou e bateu cruzado para o gol, mas Vanderlei fez grande defesa. Quase que o rebote ficou para a Ponte, mas Gustavo Henrique afastou. Após isto, nada mais aconteceu na primeira etapa e o Peixe foi para o intervalo na frente.

Santos toma alguns sustos, mas marca mais duas vezes e confirma vitória

Atrás no placar, a Ponte começou melhor o segundo tempo, chegando com perigo logo cedo. Aos 5', Maycon recebeu no meio, corta o marcador e bate cruzado, mas Vanderlei faz bela defesa. A bola ia sobrando para William Pottker, mas Zeca afastou o perigo. Minutos depois foi a vez do Santos assustar, quando Gabriel recebeu totalmente livre, avançou, ficou cara a cara com João Carlos, driblou o goleiro, mas quis fazer uma firula à mais e finalizou em cima do goleiro da Ponte.

Só que dois minutos após esta grande chance, o Santos ampliou sua vantagem, quando Gabriel recebeu no meio e deu belo passe em profundidade para Ricardo Oliveira, que recebeu dentro da área, cruzou, a bola passou de João Carlos, por debaixo das pernas de Douglas Grolli, mas não por Vitor Bueno, que apenas completou para o gol: 2 a 0 Santos.

Após o gol, a Ponte seguiu pressionando, tendo em vista que não tinha nada a perder. Aos 20', Reinaldo finalizou cruzado, a bola passou por toda a área e Roger chegou de carrinho na segunda trave, mas mandou para fora. Três minutos depois, Clayson recebeu dentro da área, bateu cruzado e a bola passou perto da trave de Vanderlei.

Só que aos 26', o Santos ampliou ainda mais a vantagem na Vila Belmiro, quando Thiago Maia fez ótima jogada pela direita, cruzou, Ricardo Oliveira dividiu e a bola sobrou para Gabriel, que mandou para o gol e fez a felicidade da torcida do Peixe: 3 a 0 Santos. No final do jogo, ainda teve tempo da Ponte balançar a rede, quando Roger recebeu atrás de Gustavo Henrique e bateu cruzado, na saída de Vanderlei: 3 a 1.