Após classificação, Bauza destaca fator fundamental para a evolução do time: " Estamos bem, estou contente"

Apesar de sair derrotado, o São Paulo avança às semifinais da Copa Libertadores em noite emocionante, e com quebra de tabu

Após classificação, Bauza destaca fator fundamental para a evolução do time: " Estamos bem, estou contente"
São Paulo quebra tabu na Copa Libertadores e avança às semifinais (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

Em uma noite épica, o São Paulo chegou às semifinais da Copa Libertadores da América 2016. Jogando no Independência, estádio "adotado" pelo seu adversário, o Atlético Mineiro, a equipe tricolor viu os donos da casa surpreenderem nos primeiros minutos de jogo com dois gols; marcando um gol com Maicon em seguida. Usando a vantagem do jogo de ida, que dava passagem para a classificação, o São Paulo jogou na defensiva e suportou a pressão do Galo e seus simpatizantes. 

Ao final do jogo, a emoção tomou conta de jogadores e torcedores, depois de sete eliminações para clubes brasileiros na Copa Libertadores, o São Paulo quebrou o tabu e provou que de um time contestado, passou a ser, ou melhor, voltou a ser o time "copeiro" como é conhecido. Alvo de críticas, o goleiro Denis foi de vilão à salvador; com falhas no início do jogo e defendendo nos minutos finais, o jogador visivelmente emocionado, desabafou com o soar do apito. 

"A gente sabia que a pressão era muito grande, que a equipe do Atlético ia pressionar muito. Posso falar que é um peso que não consigo nem falar quanto. Sai das costas da equipe também. Eu sabia que esse ano seria muito difícil. Estou substituindo um grande ídolo com a história e títulos que ele conseguiu. Estou me preparando muito, treinando a cada dia mais. Treinando muito com a equipe, orientando os zagueiros e os laterais. Fico feliz em ter conseguido segurar a pressão"- disse o goleiro. 

"Treinamos muito. Mesmo treinando bastante, a gente tomou o gol. É continuar trabalhando para que a gente chegue o mais longe possível. Com certeza substituir o Rogério não está sendo fácil. Espero compreensão de todos. Ganhar a Libertadores é um grande começo, substituindo o Rogério"- completou. 

Concedendo entrevista coletiva, Edgardo Bauza destacou o que foi fundamental para a classificação do time. "O problema maior foi que nos últimos 15 minutos ficamos muito atrás, mas nunca perdemos a ordem em campo. Isso foi fundamental. Estamos entre os quatro melhores da América, e são pouquíssimos que imaginavam isso. Foi uma partida muito difícil. O Atlético nos obrigou a marcar com todo mundo. Mas a ordem em campo foi fundamental"- disse. 

Considerado um time eliminado na primeira fase, o São Paulo superou o pessimismo de todos à sua volta, e demonstra que segue forte não apenas para a Copa Libertadores, como também para a sequência da temporada. De cara nova, a equipe mostrou uma rápida evolução durante a competição, fato destacado por Bauza. 

"Eu penso que para atacar precisamos dos 11, para defender também. O primeiro defensor é Calleri. Em quatro meses, a equipe foi crescendo. Hoje defende melhor do que quando começamos. Eu quero uma equipe efetiva, que ataque e defenda quando precisar. Estamos bem, estou contente"- completou o técnico. 

Agora, o São Paulo aguarda a definição das quartas de final para conhecer seu próximo adversário. Com a realização da Copa América Centenário que será sediada nos Estados Unidos, a competição será paralisada, tendo como única preocupação, o Campeonato Brasileiro