Titular, Renato Augusto destaca parceria com Lucas Lima: "Mais ou menos o que fazia com Jadson"

Meia balançou a rede duas vezes na vitória diante Haiti e ganha cada vez mais a confiança de Dunga, mesmo atuando no futebol chinês

Titular, Renato Augusto destaca parceria com Lucas Lima: "Mais ou menos o que fazia com Jadson"
Renato tem sido titular desde as últimas partidas das eliminatórias (Foto: Alex Menendez/ Getty Images)

Na noite desta quarta-feira (8) o Brasil goleou o Haiti por 7 a 1 Citrus Bowl em Orlando, em confronto válido pela segunda rodada do Grupo B. Coutinho deixou sua marca em três oportunidades, Renato Augusto marcou duas vezes e os santistas Lucas Lima e Gabriel completaram o show brasileiro nos EUA. Marcelin descontou para os africanos.

Destaque há um bom tempo pela Seleção Brasileira, Renato Augusto ressaltou sua sequência pela equipe titular, mesmo atuando nos últimos meses pelo Beijing Guoan, da China. O ex-corinthiano falou sobre a parceria com Lucas Lima na armação da equipe na segunda etapa, comparando o santista com o ex-companheiro de Corinthians, Jadson.

"Fico feliz não só por fazer os gols. Fazer também uma boa partida técnica e taticamente dá um pouco mais de confiança. Sei que posso evoluir, posso melhorar, então o trabalho vai continuar. O Lucas Lima é um jogador muito criativo, procuro jogar a bola com qualidade para ele, para que possa criar chances de gol. É mais ou menos o que eu fazia com o Jadson. Às vezes, eu até recuo um pouco mais para jogar uma bola com qualidade para ele", revelou após a partida.

Autor do último gol da partida, o meia Lucas Lima falou sobre as chances que têm ganho com Dunga em quase todas as etapas finais das partidas. "Tenho tentado me preparar da melhor maneira possível nos treinamentos para que, sempre que surgir as oportunidades, eu possa entrar bem. Então, fico muito feliz pela partida que fizemos e por ter entrado bem e marcado gol. É sempre um prazer e uma honra. Mas vou continuar trabalhando e tentar ajudar da melhor maneira possível", ressaltou.

O Brasil agora retorna a campo no próximo domingo (12) diante do Peru de Paolo Guerrero. Os peruanos tropeçaram também nesta noite contra o Equador. A equipe chegou a abrir dois gols de vantagem, mas cedeu o empate aos equatorianos. No domingo, apenas um empate já garante a vaga às quartas de finais para a seleção de Dunga.